Tiago, da dupla sertaneja com Hugo, se tornou o assunto do momento após realizar uma faloplastia, a cirurgia de aumento do pênis. O cantor disse estar muito satisfeito com o resultado, o que atiçou ainda mais a curiosidade de muitas pessoas. Afinal, você sabe como é feita uma faloplastia, quanto custa e quando é realmente necessário passar pelo procedimento?

É real ou conversa fiada?

Resposta rápida: sim, a cirurgia é real. Resposta não tão rápida: pouco comum no país, o procedimento é considerado experimental pelo Conselho Federal de Medicina. Para entender melhor, conversamos com o Dr. Cláudio Eduardo, que atua no Transgender Center Brazil, destaque pelo atendimento a pacientes transgêneros e um dos poucos profissionais que pratica a faloplastia no Brasil, além de ser o responsável pela cirurgia de Tiago.

A faloplastia voltada para o aumento peniano é indicada quando o paciente tem algum problema específico, como o micro-pênis, que nesse caso tem a finalidade de reconstruir um pênis adulto. Também é importante pontuar que, em os casos em que o paciente passa por uma transição de gênero, pode ser usada a faloplastia

Não há uma aumento garantido com qualquer que seja a técnica empregada, sendo que em alguns estudos observou-se aumentos de 2 a 5 cm e em outros mostram até perda de dimensões (-1cm a 3 cm).

Os especialistas não garantem uma resolução milagrosa após o procedimento, principalmente porque, segundo os médicos, o pênis adulto já possui um volume conservado e para aumentá-lo seria necessário mexer na estrutura da cartilagem, o que dificilmente ocorre em cirurgias.     

O que é a Faloplstia

A cirurgia de aumento peniano, conhecida também como Faloplastia, Penoplastia ou Peneplastia, consiste em uma associação de técnicas de cirurgia plástica.

É realizado uma lipoaspiração em região pubiana, com coleta de tecido gorduroso, liberação do ligamento suspensor do pênis e enxerto de gordura (lipoenxertia) ao redor do corpo peniano. Tem como resultado o alongamento do pênis, tanto no estado flácido quanto ereto.

Ligamento suspensor penis

Após a aplicação de anestesia local é realizada uma pequena incisão (vídeo abaixo), pouco acima da base do pênis, na região pubiana, para que os ligamentos sejam seccionados. A secção dos ligamentos proporciona um ganho no alongamento peniano que varia de pessoa para pessoa, não existe um padrão fixo.

Internação em Hospital de alto padrão, duração da cirurgia em torno de 02 a 03 horas, anestesia raqui ou peridural com sedação ou então anestesia geral, sendo a alta hospitalar no mesmo dia.

O aumento do pênis obtido poderá ser entre 2 a 5 cm de comprimento, além do engrossamento do mesmo.

A cirurgia não altera a potência sexual, função, sensibilidade ou o tempo ejaculatório; somente a parte estética.
A idade mínima para se submeter a cirurgia é de 18 anos. A cirurgia de Postectomia prévia (correção de Fimose) não é obrigatória ou impeditiva para a realização do aumento peniano.

Poderá haver necessidade de um segundo tempo cirúrgico, à partir de 04 meses após a cirurgia primária, para uma nova sessão de lipoenxertia (engrossamento),pois um percentual desta gordura será absorvida. Cada caso é estudado de uma forma individualizada para obtenção do melhor resultado possível.

Mas será que eu preciso mesmo aumentar o meu pênis?


A Síndrome do Micropênis, quando o membro tem dimensões abaixo da média, acomete 0,6% da população masculina do planeta, ou seja, apenas uma pequena parcela. Mas, a gente sabe que a questão é bem (desculpem o trocadilho) mais embaixo e tem relação direta com a autoestima do homem. Por isso, conversamos com especialistas para saber quando é realmente necessário se submeter a uma cirurgia de aumento peniano.

Mesmo em pleno século XXI, a preocupação com o tamanho do pênis afeta a auto-estima e influencia no comportamento de inúmeros homens, como no caso dos problemas de ereção, ainda que a Síndrome do Micropênis (quando o membro tem dimensões abaixo da média) seja uma das menos comuns doenças do pênis, com apenas cerca de 0,6 % da população masculina do planeta. É possível ganhar uns centímetros a mais através de cirurgias – o Brasil ocupa a sétima colocação mundial neste quesito, que tem a Alemanha no topo – mas o conselho dos médicos é que só seja feita em caso de defeitos traumáticos, amputações parciais ou retração consequente de lesões na medula.

Quando a faloplastia é indicada?

Vários especialistas ouvidos pelo jornal Estado de Minas afirmam que a faloplastia deve ser adotada em casos fisiológicos e, não, estéticos. Isto é, em razão dos seus riscos, o paciente não deve ser submetido à cirurgia apenas para aumentar o tamanho do órgão reprodutor. 


Para o diretor-presidente da Sociedade Brasileira de Urologia — Seccional do Distrito Federal, Eduardo Pimentel, a faloplastia deve ser adotada para corrigir problemas que afetam o órgão. “A faloplastia é empregada em várias situações em que existe uma deformidade do pênis, como uma criança que nasceu com a uretra fora do lugar, essa correção é uma faloplastia, ou homem com pênis torto, ou até que sofreu um trauma, ou uma queimadura, o tratamento pode envolver a faloplastia”, disse.

E quanto aos riscos?

Todas as cirurgias trazem riscos. No caso da faloplastia, o principal risco é surgir hematomas no local, ou seja, ficar roxo nos primeiros dias.

Outros riscos, que ele explica serem raros e que também estão presentes em outras cirurgias, são infecções nas aberturas após a cirurgia, pontos que se abrem ou cicatrizes.

Tamanho não é documento, mas o diâmetro…


Segundo os médicos, não é o comprimento do pênis que conta no desempenho sexual, mas sim a espessura. A bioplastia peniana é um procedimento estético que promete aumentar a grossura do pênis, e por tabela, a satisfação da parceira e a melhora da autoconfiança masculina. Quer saber mais


Tags

Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh