em ,

Glândulas de Tyson: Porque elas aparecem? Saiba tudo aqui!

Desmistifique um dos grandes mal-entendidos da intimidade masculina

Entre 8% e 12% dos homens podem apresentar este problema. E garanto que boa parte sequer ouviu falar das Glândulas de Tyson. Quer dizer, pode ser que você não tenha ouvido falar até passar pelo constrangimento de tê-las.

As glândulas de tyson, ao contrário do que parece, não é uma DST, ou mesmo uma doença regular. Trata-se de uma condição genética única, cujo único problema é a desinformação de quem a tem.

Mas fica tranquilo, vamos mostrar tudo o que precisa saber sobre esse distúrbio, que não chega a ser exatamente, e sim uma condição. Entender o que a causa, e as melhores formas de tratamento, vão lhe garantir uma vida íntima e social bem mais sossegada.

Vamos começar pelo básico.

O que são as glândulas de Tyson?

Entenda o que são Glândulas de Tyson e pare de paranoia

Ao contrário do que possa parecer, as Glândulas de Tyson são benéficas ao organismo. Tratam-se de estruturas minúsculas localizadas entre a glande e o prepúcio pênis, e responsável por protegê-lo e lubrificá-lo.

Não confunda com o esmegma: apesar dessa substância ser importante na proteção da genitália masculina, sua acumulação é um sinal de algo mais preocupante, ou ainda de uma falta de higiene.

As glândulas de Tyson, categorizadas como uma disfunção ou uma anomalia, surgem quando essas glândulas se assemelham a caroços na glande, devido a sua hipertrofia.

Elas, por si só, não chegam a causar algum tipo de doença, nem chegam a ser malignas. Mas a falta de atenção a seus sinais pode gerar não apenas aquele constrangimento em momentos mais íntimos, como pode ser confundida com uma DST real, o vírus HPV.

O nome é atribuído ao cientista que a descreveu em 1694, o pesquisador Edward Tyson. Não, definitivamente não tem nada a ver com um certo Tyson por aí…

As “causas e sintomas”

Não existem causas para as Glândulas de Tyson, elas são parte do corpo

O percentual mencionado lá no começo se refere a uma parte específica dos homens que desenvolvem uma variação dessas glândulas. Elas não causam problemas diretamente, mas essas glândulas de tyson se mostram hipertrofiadas, o que geram algumas situações nada legais.

Nestes casos, as glândulas parecem pequenas espinhas, o que assusta seus portadores por se confundirem com as de HPV e outras DSTs. Mas já vamos chegar nesse esclarecimento, já que não se trata, necessariamente, de uma doença.

A maior exposição a esses sinais das glândulas de tyson se dão na adolescência, sobretudo em rapazes que se desenvolvem com mais rapidez. O fato de alguns deles desenvolverem algumas em maior tamanho, assemelhando-se a pequenas espinhas, é unicamente genético.

E nesses casos, é bom estar atento com outros cuidados com a saúde íntima para não gerar outros problemas, como veremos mais adiante.

Afinal, as glândulas de tyson são uma doença ou não?

As Glândulas de Tyson não são uma doença no fim das contas

Como ficou bem claro, as glândulas de tyson não são uma doença, e que uma parcela dos homens pode tê-la em maior destaque. Então por que a preocupação toda? Como comentamos antes, a forma como elas aparecem, hipertrofiadas, confundem-se com os sintomas de DSTs como o HPV.

Existe um mito de que garotos poderiam pegá-la por conta da masturbação. A menos que sua mão tenha passado por lugares com o vírus e não tenha sido devidamente higienizada, você não vai pegar uma doença dessas por conta de momentos mais… Pessoais, vamos dizer assim. Então pode-se considerar um mito dos brabos esse tipo de afirmação.

glandulas de tyson desenho

Quanto a preocupação de ser uma Doença Sexual Transmissível, isso é bem válido. Contudo, o ideal não é tirar conclusões por conta própria e confirmar se é uma anomalia normal ou uma doença com um urologista.

Levar esses cuidados a sério – e quando falo a sério, é não ter vergonha de ir ao médico – pode te ajudar a se prevenir melhor, e principalmente a não fazer besteiras com o seu pênis. Achou engraçado? Então olha a seguir.

Por que você NÃO deve tratar as glândulas de Tyson por conta própria

Não trate as Glândulas de Tyson, nem tire por conta própria!

Um dia, você se olhou no espelho, e viu que essas glândulas estão em uma forma bem incomum. A preocupação é imediata, mas a vergonha de se “expor” a um médico é suficiente para buscar saídas por conta própria… Inclusive tentar cortá-las.

Achou loucura? Mas tem muitos caras, barbudos e caras lisas, que não se informam o bastante e cometem esse tipo de maluquice com o próprio pênis, e é melhor nem pensar nas consequências, sobretudo se você tem a mente muito imaginativa.

O fato é que, tal como outras questões referentes a saúde pessoal – como é o caso do famigerado exame de próstata -, muitos homens acabam deixando os cuidados essenciais de lado, e preferem tomar atitudes insanas como essa. Além de orgulho, é um perigo enorme para o corpo.

Eu nem vou citar os riscos de levar uma tesoura ao pênis – você é adulto o suficiente para entender. Mas um diagnóstico próprio será impossível da sua parte. Somente um médico especializado vai saber se essas protuberância um pouco maiores na glande são glândulas de tyson, ou o sintoma de alguma DST.

Quando você perceber esses detalhes, procure um médico. Ele vai lhe dar todas as diretrizes que precisa para cuidar da saúde.

Existe tratamentos e cuidados adequados?

Existem tratamentos clínicos para as Glândulas de Tyson hipertrofiadas

Isso quer dizer que não há algum tipo de tratamento para as glândulas de tyson de tamanho maior? Tecnicamente, sim. Por não se tratar de uma doença ou causar malefícios ao organismo, não existem medicamentos tópicos, pomadas ou cremes para diminuir o tamanho das glândulas.

O que existe, e isso só pode ser feito por médicos, são a retirada dessas glândulas através de procedimentos cirúrgicos. De caráter puramente estético, a cirurgia pode ser considerada pelos pacientes, mas o caso em si é avaliado pelos médicos, já que em algumas situações, essas cirurgias levam a cicatrizes que seriam ruins quanto a própria presença das glândulas.

Exceto pela cirurgia, não há outra forma de tirar as glândulas protuberantes do pênis. E agora que sabe em maiores detalhes, vamos acabar com os outros mitos, até para que não passe vergonha por aí.

Acabando de vez com os mitos sobre as Glândulas de Tyson

Tal como qualquer assunto que não é muito popular, as Glândulas de Tyson possuem uma série de mitos. E eles são os principais responsáveis por impedir muitos homens de ir a um médico, seja pelas dúvidas ou por aqueles medos comuns relacionados ao cuidado masculino.

Vamos acabar com essas dúvidas, e de quebra oferecer umas dicas extras para levar esses fatos sobre o seu corpo numa boa.

Pomadas, anti-verrugas e pasta de dente NÃO tiram as glândulas

pomada anti-verrugas não tira as Glândulas de Tyson

Nós já falamos que medicamentos de qualquer tipo não funcionam para retirar as glândulas, pois elas não precisam retiradas na verdade. Ainda assim, há algumas loucuras cometidas pelos mais desinformados que valem informar para não caírem na mesma armadilha.

Pomadas normais, ou aquelas contra a acne, não retiram as glândulas, pois elas não são caroços. Anti-verrugas não funcionam pois, bem, não são verrugas também. Pasta de dente pode soar absurdo, mas é um daqueles mitos envolvendo algo não conhecido de verdade.

E só para você ver o grau de loucura que essas fórmulas caseiras já chegaram: até mesmo álcool já foi considerado para retirar as glândulas. Não caia nessas ladainhas, jovem. Muito menos tente tirar essas glândulas por conta própria. Você vai acabar se prejudicando, e bastante.

As Glândulas de Tyson afetam o sexo oral?

Converse com sua parceira sobre as Glândulas de Tyson, para não afetar sua vida sexual

Definitivamente não  Mas é bom que você, como homem maduro e responsável, explique esse detalhe para sua parceira, e que não vai haver riscos de ter glândulas de tyson na boca. Da mesma forma, a presença das glândulas hipertrofiadas não prejudica o ato.

Mas você só vai ter essa segurança real se for ao médico, se certificar de que são glândulas de tyson anormais, e ter todas essas informações bem explicadas a sua parceira. Realmente não é nada legal você ter aquelas bolinhas brancas, e não saber explicar do que se trata.

Se ainda assim causar desconforto, o melhor a fazer nesses ou é usar preservativo durante o sexo oral, ou mesmo não fazê-lo. Converse bem com sua parceira nessas horas, já que se trata de uma particularidade a se levar em conta.

Glândulas de Tyson não são Contagiosas

Sério que você acreditou que as Glândulas de Tyson eram contagiosas?

Esse mito é curioso. Como muitos confundem essa parte natural do corpo masculino uma doença, ou a confundem com a HPV, muito acreditam que as glândulas de tyson sejam contagiosas. Bom, agora que você já sabe que ela NÃO é uma doença, não precisa ficar preocupado se alguém souber que você as tem, e que vai pegar.

Existe essa confusão justamente por confundirem as glândulas com o sintoma da DST. Mas explicando o que elas são, tudo fica resolvido. E lide com o fato de que muitas pessoas preferem acreditar nos mitos e se manterem ignorantes com certos assuntos, então nem esquente a cabeça.

As Glândulas de Tyson produzem Esmegma

As Glândulas de Tyson não são responsáveis diretamente pela produção de esmegma

Esmegma é aquela substância esbranquiçada que fica entre a glande e o prepúcio. Por mais que as glândulas tenham participação em sua produção, suas versões hipertrofiadas não aumentam a produção de esmegma. Sua falta de higiene sim.

A esmegma também é cheia de mitos por si só, mas tenha em mente que ela surge mais por uma falta de higiene pessoal, principalmente se você tem uma vida sexual bem ativa, do que pela anomalia das glândulas.

Para evitar a produção de esmegma, é essencial que os homens façam uma higiene pessoal adequada. Não pense que isso é algo exclusivo das mulheres. Pode ter certeza que, se você não se limpar de acordo, dificilmente vai ter uma boa noite de prazer..

Glândulas de Tyson e o Sexo

O sexo pode ser afetado pelas Glândulas de Tyson, mas o casal pode muito bem reverter essa situação

Bem, o que esse assunto teria a ver especificamente com as glândulas de tyson. Nós já demos umas dicas ao acabar com alguns dos mitos acima, mas vale ressaltar alguns pontos a mais.

Um dos princípios mais importantes para qualquer marmanjo por aí que possua uma vida sexual ativa é a segurança. Pode vir o cara que quiser falar sobre “caretices” e coisas do tipo: de nada adianta ser “radical” em correr riscos e acarretar em problemas irreversíveis depois.

Quando se tem consciência que suas glândulas de tyson são maiores do que o normal, um outro tipo de consciência pode ser trabalhada. Vejamos algumas dicas simples que vão lhe ajudá-lo nesse sentido.

Não tenha vergonha – Se você sabe que não se trata de uma DST, está tranquilo de que ela não lhe incomoda de fato, por que ter vergonha de se mostrar. Na intimidade do sexo, ou mesmo naquela intimidade de casal, deixe esses pontos para ela. Te garanto que as mulheres mais bem informadas serão tão despreocupadas quanto você ficaria.

Higiene é fundamental – É bem possível que você só tenha se dado conta das glândulas por que alguma coisa relacionada a saúde íntima ficou mais perceptível, não é? Apesar, delas não afetarem o esmegma, como comentamos, não é nada agradável apresentar o amigo em momentos mais íntimos de forma mal cuidada, e ainda com esse adendo que pode causar estranheza.

Pense na companheira – A melhor relação sexual sempre é a dois, jovem, nunca se esqueça disso. Os cuidados com o pênis dão segurança não apenas para você, como para sua amada. além de ser uma forma bem clara de mostrar que você cuida não apenas da barba, mas do corpo todo com a mesma dedicação. E isso valoriza tanto quanto o dote.

Se está mesmo incomodado, tome uma atitude – Eu sei que pode ser uma visão nada confortável. Tem muitos caras que acabam desenvolvendo problemas de ejaculação precoce por conta das glândulas de tyson hipertrofiadas, por causarem esse desconforto. E não tem errado nisso: se atrapalha sua vida, busque uma ajuda médica, mas não se machuque fazendo algo que não tem a proficiência.

As glândulas de tyson são uma parte importante no desenvolvimento sexual do homem, e negá-las é até um risco na saúde. Agora que você as conhece, busque os cuidados que precisa com a saúde, e viva bem sua vida sexual. Até a próxima!

Glândulas de Tyson: Porque elas aparecem? Saiba tudo aqui!
4.6 (91.11%) 72 votos

5 comentários

Deixe um comentário
  1. Tente fazer elas diminuí com calor em min funcionou utilizando um secado. Ou faz como eu. Foi o seguinte eu ligava a boca do furgão no mais baixo e chagava em uma distância razoável e ficava utilizando o calor do fogo por um 4 minutos. 2 para cada lado grande cabeça agora cuidado pra não queima o seu amigo vá na calma. Em min quando apareceu não possuía tantas mais funcionou em min agora si vocês tem muitas eu não sei como vai ser mais pelo-menos vai diminui bastante. Lembrando sempre lavando bem o seu parceiro ai e deixar ele sempre seco. O segredo e resseca as glândula para que elas vá diminuindo um pouco e também não vá resseca o seu parceiro direto com calor não pra não resseca de mais a pele e dilacerar ela no máximo 3 vezesxno dia mais eu recomendo umas duas vezes e sempre quando tomar banho pode lava mesmo o seu parceiro não vá para de lava só porque tem que deixa seco não e quando termina o banho e só secar ele com a toalha.

  2. Tenho um mine carocinho ao redor da cabeça do meu pênis, são poucos em cada lado,.. não parece ser glandula tyson no meu pênis já tem uma semana que apareceu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Avatar for Rodrigo

Escrito por Rodrigo

Barbudo com interesses diversos, expert em produtos para barba e cuidados, porem focado em ajudar outros barbudos em como cuidar melhor de suas barbas e ter seu estilo próprio.
Tem alguma dúvida? Pergunte-me e irei lhe ajudar no que for preciso para deixar sua barba top!

Conheça os 4 (ou mais) Tipos de Barbas para agradar a patroa!

Suavecito: Sendo estiloso do jeito certo! [ESPECIAL-MARCAS]