Os grânulos de Fordyce são pequeninos pontos amarelados ou esbranquiçados, que podem surgir nos lábios, no interior das bochechas ou nos genitais (pênis e vulva – região externa da genitália feminina), que surgem de forma natural e não apresentam consequências para a saúde. Aparecem como pequenas bolinhas (grânulos) amarelados/alaranjado e essas bolinhas podem se unir umas às outras formando uma placa,  são glândulas sebáceas aumentadas de tamanho e, portanto, benignas.

Esses grânulos são glândulas sebáceas aumentadas e, por isso, podem surgir em qualquer idade, sendo mais frequentes na puberdade devido às alterações hormonais e não estando relacionados ao HIV, herpes, doenças sexualmente transmissíveis, verrugas genitais ou câncer.

Embora os grânulos de Fordyce não precisem ser tratados, existem algumas formas de tratamento que podem eliminá-los por questão estética, através de cremes ou até cirurgia laser.

A origem do nome destes grânulos está no fato de que o dermatologista John Addison Fordyce foi a primeira pessoa a investigá-los. Os grânulos de Fordyce são, na realidade, glândulas sebáceas ectópicas.

São responsáveis ​​por sintetizar o sebo que lubrifica e protege a pele. Geralmente estão localizados na derme e, portanto, não são visíveis. No entanto, neste caso, eles se encontram na epiderme.

O que são os grânulos de Fordyce?

Como já mencionamos, os grânulos de Fordyce são glândulas sebáceas ectópicas. Isso significa que são glândulas encontradas na epiderme quando sua posição normal é a derme. Portanto, como a epiderme é a camada mais superficial da pele, elas ficam visíveis.

São lesões que não são malignas ou infecciosas. A pessoa que apresenta estas lesões tende a pensar que elas derivam de uma infecção sexualmente transmissível. No entanto, esses pontos não estão relacionados a este tipo de doença. Portanto, seu único impacto é estético. Eles não são um problema de saúde e nem são transmissíveis.

Normalmente, aparecem durante a puberdade e são mantidos ao longo da vida. A verdade é que estão presentes desde o nascimento, mas se tornam mais visíveis ao longo dos anos. Portanto, cerca de 90% são observados em adultos. No entanto, tendem a diminuir, em parte, com a idade.

O que causa os surgimento dos grânulos

Os grânulos de Fordyce normalmente estão presentes desde o nascimento, no entanto, podem não ser observáveis. Após a adolescência, e com as alterações hormonais, esses grânulos podem ficar maiores, ficando visíveis.

As glândulas sebáceas se encontram dentro dos folículos pilosos, que estão na derme. Elas produzem sebo, que é a gordura que ajuda a manter a pele lubrificada e protegida. Esta produção é feita regularmente. No entanto, no caso dos grânulos de Fordyce, as glândulas se encontram na epiderme.

Não estando no folículo piloso, o sebo é bloqueado e acaba formando pequenas saliências ou manchas. Eles são visíveis porque são encontrados na epiderme, que é a camada mais superficial da pele. De fato, a explicação de que eles são mais visíveis com a idade é que a epiderme, ao longo dos anos, se estica e se torna mais transparente.

Por outro lado, o sebo está relacionado com os níveis de colesterol e de triglicerídeos no sangue. Portanto, os grânulos de Fordyce estão associados a pessoas que, geralmente, estão com os níveis altos.

Os grânulos podem surgir em qualquer pessoa, mas são duas vezes mais frequentes em homens e em pessoas com pele muito oleosa.

Grânulos de Fordyce são contagiosos?

Os grânulos de Fordyce não são contagiosos nem são provocados por um agente infeccioso como bactérias ou vírus, surgindo de forma natural na região da boca ou dos genitais.

Granulos de Fordyce no escroto

Quais as opções de tratamento

A maioria dos artigos científicos sobre esse assunto relatam a experiência de cada grupo que realizou o tratamento e não existe uma unanimidade em qual o melhor método, existe a melhor experiência em tratamento para aquele grupo, porém um pode ter sido com laser de CO2 e outro com eletrocoagulação.

O tratamento dos grânulos de Fordyce é feito apenas por razões estéticas e nem sempre se consegue eliminar totalmente as lesões. Algumas das opções mais comuns incluem:

  • Uso de pomadas e cremes, com Tretinoína ou Ácido dicloracético: eliminam alterações da pele, mas só devem ser usados com indicação de um dermatologista;
  • Técnica de micro-punção: é aplicado uma ligeira anestesia e depois o médico usa um aparelho para retirar os grânulos da pele;
  • Laser de CO2: o médico usa um forte raio de luz que elimina os grânulos da pele, no entanto esta técnica pode deixar cicatrizes e, por isso, só deve ser feita por um dermatologista.

Estas técnicas de tratamento podem ser usadas para eliminar ou disfarçar os grânulos de Fordyce de todas as partes do corpo, mesmo na região genital. Outros métodos que podem ser usados são o ácido bicloroacético e tratamento com isotretinoína oral.

Remédios naturais como o óleo de jojoba, vitamina E ou o extrato de argan têm sido utilizados, com sucesso, no tratamento dos grânulos de Fordyce em associação com os tratamentos medicamentosos.

Além disso, é sempre importante evitar espremer os grânulos de Fordyce em casa, pois essa técnica não provoca a sua eliminação e pode até aumentar o risco de infecção da pele.

Principais sintomas

Os sintomas dos grânulos de Fordyce são o aparecimento de pequeninos pontos amarelos ou esbranquiçados, de forma isolada ou agrupados, na região da boca ou dos genitais. Os grânulos de Fordyce na boca aparecem geralmente no lábio superior, parte interna da bochecha ou gengivas. Na região genital, principalmente nos homens, é comum o aparecimento de grânulos de Fordyce no corpo do pênis, glande, prepúcio ou testículos nas mulheres é comum aparecer na vulva.

Os grânulos de Fordyce não provocam dor nem irritação, alterando somente a estética da região onde surgem.

Isso acontece porque esses pontos são frequentemente confundidos com doenças sexualmente transmissíveis. Portanto, é importante saber que não estão relacionados com este tipo de doença e evitar essa preocupação que pode embaraçar a pessoa e influenciar sua vida sexual. Os grânulos de Fordyce podem sangrar um pouco durante o sexo.

Esse tipo de lesão pode levar a um transtorno de ansiedade ou humor. Especialmente em pessoas que já são inseguras e com baixa autoestima. Portanto, é importante consultar um médico se você tiver alguma dúvida. Ele aliviará as preocupações com esses pontos e também te ajudará a entender que é um problema puramente estético.

Na presença de algum destes sinais ou sintomas, o médico dermatologista deve ser consultado para fazer o diagnóstico da doença e discutir as opções de tratamento.

Como diferenciar herpes labial de grânulos de fordyce ?

O herpes labial se caracteriza pela manifestação secundária da infecção pelo vírus do herpes, que pode ter se manisfestado primariamente na primeira infância (ou não). Manifesta-se por vesículas que estouram e ulceram, após um período de queimação, coceira e ardência no vermelhão do lábio e pele adjacente. A área ulcerada é bastante dolorosa. Embora se possa usar um medicamento anti-viral, seja tópico ou sistêmico, após o ciclo viram os sinais e sintomas desaparecem.

Grânulos de fordyce não são lesões. São glândulas sebáceas ectópicas (fora do lugar), que se manifestam principalmente no lábio e na mucosa jugal (das bochechas) sem provocar dor ou maiores complicações. Não requer tratamento.

Concluindo, se você acha que tem grânulos de Fordyce, deve consultar um dermatologista. Ele fará os testes relevantes para descartar que se trata de outra patologia. Além disso, poderá sugerir o tratamento mais adequado se afetarem negativamente sua autoestima ou seu bem-estar.

Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh