A importância do oral na hora do sexo é quase unanimidade entre os homens, afinal não há homem que não resista a um famoso “boquete”. A palavra se trata da técnica de usar a boca para estimular o prazer nos homens. Seja no papel de “preliminar” ou com a intenção de chegar ao orgasmo e finalizar a relação, é difícil encontrar um casal que dispense a prática. 

Apesar de muito popular, porém, ainda existem “mistérios” que envolvem o sexo oral. Para sanar algumas dúvidas, o colunista Frank Kobola, da revista Cosmopolitan, decidiu compartilhar com as leitoras nove segredos que nenhum outro homem vai te contar. 

“Os homens adoram sexo oral porque o ato parece com sexo, mas é uma experiência muito diferente. Eles conseguem relaxar, receber e apenas aproveitar o que está acontecendo na frente deles”, diz Vanessa Marin, terapeuta sexual nos Estados Unidos. “O elemento visual de ver o pênis entrar e sair de uma boca enlouquece muitos caras”, acrescenta ela.

Para não mencionar, ao contrário da masturbação ou do sexo com penetração, os homens não podem reproduzir a sensação de um boquete por conta própria (obviamente). Sua boca está úmida e quente, como uma vagina (ou uma mão lubrificada), mas seus lábios e língua são obras de arte vivas, itinerantes e insubstituíveis.

Você está prestes a receber nota 10 pela tarefa. Aposte em dicas de profissionais para fazer um sexo oral inesquecível – tanto para você, quanto para ele

9 segredos do sexo oral nos homens

1. Pode ser que ele “saia de órbita”

Receber um oral pode, muitas vezes, ser relaxante como uma massagem. Nesse processo, é possível que a cabeça do seu parceiro vá para outros lugares, às vezes longe do sexo em si. Mas não se assuste! Nós prometemos que é um elogio. 

2. Ele prefere saber do seu “plano de ação” antes de terminar 

Segundo o colunista, é importante dar um olhar ou um sinal ao seu parceiro antes de se afastar do pênis dele como se fosse uma bomba. Não existe nenhuma obrigação de aguardar o orgasmo, muito menos de ter qualquer atitude quanto ao sêmen, mas é educado não deixar que ele seja surpreendido. 

3. Os testículos são basicamente um botão mágico do orgasmo 

Por um lado, ele vai querer que você saiba disso. Por outro, pode fazer com que a brincadeira acabe cedo demais. 

4. É incrível por ser “preguiçoso”

“Parte da mágica de receber um oral está na possibilidade de deitar com as mãos atrás da cabeça, relaxar e curtir o momento”, explica Frank. Por isso, é importante investir nos movimentos lentos e confortáveis. 

5. Não existe oral ruim 

Embora as habilidades na cama sejam um alvo constante de preocupação, o colunista tranquiliza quem pensa ser péssima no assunto. “Não há como estragar tudo. Apenas evite morder o pênis dele, não o faça sangrar e está tudo bem”, diz. 

6. Ele está se segurando

Ele provavelmente já poderia ter gozado há muito tempo, mas quer fazer com que esse momento dure.

7. Ele está tendo uma excelente visão do alto da sua cabeça

Não importa se você está preocupada com seu cabelo bagunçado ou com qualquer problema que envolva seu couro cabeludo. Ele não poderia se importar menos. 

8. É um consenso quase universal que chupar é melhor que lamber

Lambidas são sexy e muito agradáveis, mas você não pode passar o tempo inteiro nisso se tem o objetivo de fazê-lo chegar ao orgasmo.

9. Ele provavelmente não tem certeza se deveria gozar ou se são apenas preliminares

Ás vezes é difícil saber sobre a forma como você quer que o oral termine. “Nem sempre sabemos se a ideia é segurar para uma penetração mais tarde ou se você já está chateada porque não gozamos nunca”, diz. “É como aquele momento em que você oferece um aperto de mão e alguém faz menção de te abraçar”.

Como fazer um sexo oral inesquecível

1. Mostre entusiasmo

“A maior queixa que eu ouço de clientes do sexo masculino não tem nada a ver com técnica e tudo a ver com o entusiasmo das parceiras sobre isso”, diz Marin. “Os homens vão se divertir muito se souberem que a mulher está gostando.”


Isso não quer dizer que você deva fingir que gosta de fazer algo no quarto se não gostar. Nunca faça algo que você não esteja confortável com um parceiro sexual. Mas se você curte fazer, a melhor coisa é apostar em uma boa atitude.

Algumas maneiras de mostrar seu entusiasmo:

– Faça contato com os olhos. Não olhe para ele o tempo todo sem piscar (arrepiado), mas faça intervalos conscientes para mudar seu olhar do pênis para os olhos, observando todos os sinais faciais dele.

– Diga-lhe como está excitada. Você sabe como pode ficar constrangida quando um parceiro faz sexo oral em você? Sim, ele também pode. Então elogie o quão duro ele está na sua boca e o quão excitada ele está te deixando.

– Pergunte o que ele quer. Seu pedido mostra que você se importa e quer dar a ele a melhor experiência possível. Pergunte “Como isso está?” bem antes de você colocar sua boca de volta nele, ou “Está molhado o suficiente para você?”

2. Use suas mãos

Fazer sexo oral não significa que sua boca tenha que fazer todo o trabalho. “Eu gosto de pensar na boca como proporcionando umidade e suas mãos, proporcionando firmeza”, diz Marin

Se sua mandíbula começar a doer ou cansar alguns minutos após começar, você provavelmente está sugando demais. Então, transfira parte do trabalho para as mãos, contando com pressão.

Aqui está a dica básica quando você se aquecer um pouco:

– Enrole sua mão dominante em torno do pênis, em seguida, adicione sua boca.

– Conecte sua mão aos lábios (pressione o dedo indicador e o polegar – que estão fazendo um sinal O – contra seus lábios e mantenha-os lacrados ali).


– Mova sua mão e lábios para cima e para baixo do pênis.

– Se ele for bem-dotado, você pode manter sua boca em um lugar e mover sua mão molhada para cima e para baixo separadamente.

– Então, a partir daí, você pode misturar. Experimente o Wrist Twist: com a boca no pênis (isso ainda é sexo oral), gire o pulso firme no sentido horário enquanto move a mão para cima e para baixo.

– Traga sua outra mão para o jogo, uma vez que você tenha se orientado. O melhor posicionamento? Use-a para apertar suavemente o saco.

3. Não tenha medo de por muita saliva

Durante uma das primeiras vezes que fiz sexo oral (em um cara que eu estava namorando há cinco meses, então estávamos super confortáveis um com o outro), meu parceiro me disse para cuspir nele. Isso me assustou por um segundo – eu me lembro de me perguntar se cuspir era algum fetiche estranho – mas depois percebi que ele só gostava de mais molhado.


Enquanto todo homem é definitivamente diferente e tem suas próprias preferências, descobri que a maioria concorda que um bom sexo oral exige muita saliva. Você não quer molhar a ponto de perder o controle, mas tente cuspir sempre que o pênis começar a ficar um pouco seco. Dica: mantenha um copo de água por perto para evitar a boca seca – você precisará dele.

4. Mantenha a língua macia e solta – na maior parte do tempo.

Quando você está com o pênis na boca, sua língua fornece o calor, a textura e a umidade que ele não consegue de outras formas.

Para maximizar sua sensação, Marin sugere manter sua língua macia quando você está se movendo para cima e para baixo. Então, use a ponta da língua para lamber a cabeça e o frênulo – parte inferior onde começa a cabeça. Essas duas áreas, especialmente o frênulo, estão cheias de terminações nervosas, então ele vai ficar louco.

Você também pode usar o lado debaixo de sua língua para lamber da base do membro até a ponta e para baixo novamente, ou jogar alguns movimentos com a língua. Estes são mais como pequenos detalhes para testar.

5. Deixe a boca em formato de “peixinho”

Em algum momento durante minha carreira de escritora em revistas femininas, eu peguei uma dica de um sexpert (gostaria de lembrar quem!) que se tornou minha queridinha. (Eu quase odeio compartilhar isso, mas em nome de melhores boquetes para todos… Vamos lá!)

Enquanto você chupa ele, tente manter os lábios em uma posição ligeiramente de “cara de peixe” – finja que está prestes a dizer “purple” (roxo, em inglês). A palavra naturalmente contorce seus lábios no formato perfeito: eles ficam ligeiramente enrolados e leves, o que os faz sentir mais úmidos e cria uma sucção ideal.

6. Tente a garganta profunda, se você gosta

Garganta funda – onde você leva o membro até a garganta – é definitivamente uma habilidade avançada. Por um motivo: chances de engasgar.

O reflexo de engasgar de algumas mulheres é mais facilmente ativado do que outras, mas se você for capaz de treinar, pode surpreender seu parceiro com momentos de garganta funda.

Não apenas a garganta profunda é incrível para eles (sua garganta é obviamente mais apertada que a boca), mas os homens também adoram ver todo o seu comprimento de alguma forma dentro da sua boca. (De volta àquela coisa visual que Marin falou.)

Uma dica de cautela: só faça isso quando você conseguir respirar bem pelo nariz. Nenhum pênis vale a pena sufocar.


7. Pergunte a ele sobre a região anal

Nem todos os caras gostam de ter seu ânus tocado. Mas alguns adoram isso. Se você achar interessante, Marin sugere que você pergunte ao seu parceiro se ele gosta de ter um dedo dentro ou em torno da região, ou se ele já tentou antes. Você será capaz de avaliar se ele está pronto para experimentar, se realmente quer, ou se é contrário a isso. (Nenhum julgamento de qualquer maneira.)

Se ele der sinal verde, coloque um ou dois dedos no períneo – área entre o escroto e o ânus. A próstata fica logo abaixo do períneo e é conhecida como o “ponto G masculino”.

“O trio perfeito do sexo oral é boca na cabeça, mão no períneo e mão nas bolas”, diz Marin. “O quádruplo adicionaria a bunda no jogo.”

Então você está pronta – tem todas as dicas que precisa para fazer um sexo oral realmente bom. Vá experimentá-lo em seu parceiro e use sua coroa com orgulho. Você vai merecer!

8. Boceje, tussa e faça sons

Não, você não leu errado. Bocejar e dar leves tossidas faz com que sua garganta dilate e facilita a penetração do pênis. Mas é claro que você não vai ficar tossindo durante toda a prática, ao menos que você queira que seu parceiro pense que você está doente. Outra dica é fazer sons durante o sexo oral. De novo, o bom senso aqui é primordial: não comece a cantar uma música no meio do transa. Pode ficar esquisito. Mas emita sons de prazer e gemidos, pois além de mostrar ao parceiro que você está gostando, você faz com que suas cordas vocais vibrem com o pênis dentro da boca. A sensação que isso causa você já pode imaginar, certo?

9. Experimente novas posições

Dependendo do formato do pênis do seu parceiro, existem posições mais ou menos confortáveis para fazer o sexo oral. Fazer oral em uma pessoa que tem um pênis curvado para cima, por exemplo, é mais difícil caso ela fique de pé e você ajoelhado. Isso porque a garganta também é curvada, só que para baixo. Por isso, bata o olho no dito cujo e tente imaginar qual posição seria mais confortável e natural. Nesse exemplo, a posição do beijo do Homem Aranha (“69”) é excelente.

10. Uma balinha de menta vai bem

Fazer uso de balas refrescantes, gelo ou até mesmo lubrificantes com sabor podem ser alternativas para quem tem um pouco mais de resistência com sexo oral. Além de trazer algo novo para o sexo, que também é essencial. Por isso, experimente fazer oral no seu parceiro com uma bala de menta na boca, por exemplo. Ela fará com que seu parceiro sinta uma sensação de frescor muito interessante e, ao mesmo tempo, dará outro sabor para quem estiver com a mão na massa.

11. Engasgar não é ruim

Pelo menos para o seu parceiro. O que muita gente ainda desconhece é que engasgar durante o sexo oral é, para muitos, bastante excitante. Os motivos são os mais variados, vai desde fetiche a uma noção de maior virilidade. Portanto se você não se importar com isso, fique tranquila e engasgue à vontade.

12. Foque na cabeça

Vou te contar um segredo: a glande é a parte que concentra a maior parte de terminações nervosas do pênis. Mas o que isso quer dizer? Quer dizer que você pode rodopiar a língua na velocidade cinco da dança do créu no corpo do pênis e ainda assim não conseguirá o efeito que uma boa atenção à cabeça causará no seu parceiro – mas vai com calma, tem pessoas mais sensíveis por aí. Por isso, desmistifique a ideia de que para fazer um bom sexo oral é preciso engolir o órgão até onde você aguentar. Estimular a glande com a língua vai surtir muito mais efeito para seu parceiro e, ao mesmo, vai evitar que você se engasgue durante o oral sendo que não ocorrerá uma penetração muito profunda na garganta.

13. Preliminar da preliminar

Não limite as preliminares apenas ao sexo oral propriamente dito. Use a língua para provocar outras partes do corpo do parceiro. Você pode dar beijos e lamber suas coxas; iniciar uma descida da boca para a virilha e abusar da provocação; dar suaves mordidinhas e lambidas nos testículos; usar os dedos para pressionar o períneo (área entre os testículos e o ânus); e, se vocês se sentirem confortáveis, estimular o ânus dele com a sua língua. Basicamente é possível fazer uma série de coisas que relaxam e estimulam o casal antes do sexo, basta explorar o corpo do parceiro para vocês descobrirem juntos o que é melhor para a hora H.


14. O truque dos dedinhos

Uma boa dica para evitar reflexos é treinar usando os dedos. Use o indicador e coloque-o na ponta da língua, respire pelo nariz e aguarde. Se você se sentir confortável, deslize o dedo um pouquinho mais fundo em direção à garganta e continue pressionando levemente. Repita esse processo, cada vez avançando mais, até que você sinta o reflexo do vômito. Quando chegar nesse ponto, respire mais fundo e tente se concentrar até que a reação diminua. Se a reação for forte demais, retire o dedo, espere uns minutos e repita o exercício. Com a repetição dessa prática, você vai perceber que consegue controlar os reflexos e se sentir mais relaxado com a prática. Depois de se acostumar com os dedos, lembre-se que você também pode tentar o mesmo exercício com um pênis de borracha (ou um real, se estiver se sentindo mais confiante).

15. Respire com o nariz

Pode parecer absurdo, mas a gente também tem que arranjar tempo para respirar durante o sexo. E quando se trata de sexo oral, o primeiro instinto é respirar pela boca. Bem, você deve imaginar que durante a prática, a boca não está com muito espaço vago para entrar a quantidade de oxigênio que você precisa para respirar. Por isso, divida as tarefas e deixe essa responsabilidade com seu nariz. Assim você consegue manter a respiração de forma natural e evita uma “sobrecarga” de outras entradas.

Bônus: Não tente imitar o pornô

O sexo que vemos na pornografia não é o sexo que fazemos na vida real. Temos sempre que ter em mente que a “performance” dos atores em um filme pornô tem apenas um objetivo: ficar bem na câmera. Por isso, muitas das práticas ou posições que vemos (e que muitas vezes pressupomos que são ideais) não necessariamente são prazerosas. Portanto, não tente imitar o pornô fazendo a garganta profunda ou quase quebrando o pescoço de tanto movimentar a cabeça para cima e para baixo durante o sexo oral. Além de aumentar as chances de engasgar durante a prática, você provavelmente vai se sentir bastante desconfortável caso não esteja acostumado com isso. Lembre-se sempre de respeitar os seus limites.


No Responses

  1. Avatar for Rodrigo Rodrigo
    Posted on 17/02/2021

Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh