em

Tipos de capacete para motocicletas

Não sabe os tipos de capacete escolher para dar aquele role com a motoca, se liga aqui que vou te mostrar todos os modelos de capacete e mais detalhes que vão de ajudar na escolha.

À semelhança da compra de uma moto, a compra de um capacete é muito complexa. Existem vários tipos de motos, assim como vários tipos de capacetes e cada um tem a sua função específica e adapta-se ao estilo do condutor, da sua condução e à moto que possui. Dos capacetes existentes no mercado, destacam-se os seguintes:

Ao escolher os capacetes para moto você deve ficar de olho no seu estilo de pilotagem e qual terreno você vai encarar com a sua máquina. Isso porque cada estilo de motociclista necessita de um tipo de capacete.

Modelos de capacete

Para ajudar você em sua próxima compra, relacionamos algumas características importantes de se conhecer quando o assunto é capacete de moto.

Capacetes abertos

capacete aberto

São a evolução dos modelos mais antigos. Sua estrutura normalmente envolve uma viseira de acrílico acompanhando o comprimento do rosto, que fica assim protegido da poeira. Como vantagens podemos citar o fato de serem bem mais leves e arejados. Contudo, não são indicados para estrada e não são seguros para altas velocidades. Sua indicação é para pilotos urbanos.

Capacetes fechados

capcacete fechado ls2

é o tipo mais encontrado das ruas. Cobrem toda a cabeça e são afixados através de fivelas ou outros sistemas de encaixe. Para aumentar o conforto de seus usuários oferecem sistemas de ventilação. São os capacetes para moto indicados para estrada e cidade e protegem mais o piloto.

Capacetes Off-Road

Capacete off road

São utilizados em trilhas e estão preparados para a lama. São mais ventilados do que o normal, já que as provas costumam ser debaixo de sol. Como não têm viseira, são utilizados em conjunto com óculos especiais. Seu traço geométrico característico apresenta ainda um losango na frente para proteger boca e nariz.

Capacetes Off-Road com viseira

capacete off road com viseira

Foi uma adaptação dos fabricantes do modelo clássico para os pilotos que usam suas máquinas também em ambiente urbano. Já que o óculos é desconfortável nessas situações, foi adaptada uma viseira de proteção, criando um produto curioso.

Capacetes articulados

Capacete articulado

Permitem que a parte parte inferior do casco seja aberta junto com a viseira, deixando o rosto do piloto livre e mais ventilado. Foi a solução do mercado para que o motociclista possa, por exemplo, falar no trânsito ou tomar um pouco de ar, seu que seja preciso desatar as presilhas do queixo. São capacetes para moto contraindicados para pilotagem em alta velocidade, pois não protegem o queixo em caso de choque.

Capacetes Curtos

Capacete curto

Os capacetes curtos são aqueles que não protegem o queixo nem a parte lateral da cabeça. São os capacetes mais utilizados para quem conduz uma moto chopper, pois são sinônimo de um maior estilo. A proteção e segurança que oferecem são quase nulas e é por isso que são os capacetes mais acessíveis do mercado.

Como escolher o modelo de capacete ideal

Com o trânsito das cidades cada vez mais intenso e perigoso, o capacete tornou-se definitivamente o melhor amigo dos motociclistas e um acessório fundamental para quem quer mostrar estilo sobre duas rodas. Além de ser um item obrigatório para a segurança de condutores e passageiros, ele possui aspectos estéticos que podem influenciar na sua escolha.

Existem atualmente quatro tipos de capacetes homologados pelo INMETRO. Os modelos mais sofisticados contam com proteção facial, protetores de ouvido e ventilação adicional. Dessa forma eles protegem os olhos e ajudam o motociclista a encarar a pista nos dias frios e chuvosos.

Mesmo com toda a diversidade de modelos disponíveis no mercado, o principal critério na escolha de um capacete ainda deve ser a segurança. Lembre-se de que a sua função é prevenir, proteger ou reduzir os danos que podem ocorrer na cabeça do motociclista em casos de acidentes. Por isso vale ressaltar que os capacetes devem ficar fixos à cabeça e sem folgas, conforme determina a resolução 203 de 29 de setembro de 2006 do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito).

Qual o prazo de validade de um capacete? Como escolher o tamanho ideal? Capacete reformado é seguro? Neste guia de compras você encontrará as respostas para as perguntas mais comuns de nossos clientes na hora de adquirir um capacete para moto.

Quais os tipos de capacetes para moto homologados?

Existem 4 tipos de capacetes permitidos pela legislação segundo CONTRAN e avaliação do INMETRO: Aberto, Integral, Modular e Misto. Adicionamos à nossa lista o modelo Off-Road, ele é considerado um capacete fechado, com pala e sem viseira, mas merece destaque pois é utilizado para outra finalidade além do uso normal na cidade.

Como saber o tamanho do capacete ideal para mim?

Passe uma fita métrica na altura da testa, acima da orelhas, e meça a circunferência da cabeça. O tamanho é correspondido à circunferência em centímetros, ou seja, se essa medida for de 55 centímetros, o tamanho do capacete é de 55. Alguns fabricantes utilizam outra forma de nomenclatura para definir o tamanho do capacete, que correspondem: 56 – S (pequeno); 58 – M (médio); 60 – L (Grande); 62 – XL (extra grande).

Medida para escolher o tamanho do Capacete Ideal
Tabela de Tamanhos e Medidas
TamanhosPP (XS)P (S)M (M)G (L)GG (XL)GGG (XXL)
Medida da Cebeça (cm)545658606264
53-5455-5657-5859-6061-6263-64

De que materiais são feitos os capacetes?

1. Fibra de carbono

No primeiro impacto ele absorve muito bem, porém a possibilidade de haver mais impactos em um mesmo acidente faz com que ele perca a capacidade de absorção. É o mais leve dos capacetes.

2. Plástico injetado (ABS)

São os mais econômicos no mercado e oferecem uma ótima relação custo benefício. Os injetados são feitos normalmente de ABS, um plástico com menor capacidade de absorção de impacto que os de fibras.

3. Fibra de Vidro

É o mais seguro de todos pois mantém seu nível de impacto mais de uma vez em um mesmo acidente. Também é mais econômico que o de fibra de carbono.

4. Kevla

O Kevla normalmente é misturado junto às fibras de vidro e carbono em sua fabricação, garantindo muito mais segurança. O Kevla é utilizado em vidros blindados, coletes a prova de bala e capacetes de combate. Tem alto poder de absorção de impacto.

Quais outros itens devo ficar atento na hora da compra?

Barbudo de capacete

Cinta Jugular

A cinta jugular deve ser usada. Se houver acidente e ela não estiver presa, o capacete voará da cabeça. Além disso, ela tem que estar muito bem presa, caso contrário ela poderá piorar a situação em caso de acidente, não protegendo corretamente e ocasionando algum outro tipo de fratura. Há dois tipos de cinta jugular: a de engate rápido, para aqueles que utilizam a moto como ferramenta de trabalho e precisam a todo o momento retirar o capacete; e a de fecho com anel duplo, que evita quebras na fivela e é mais seguro, principalmente em velocidades mais altas, pois permite que você prenda com firmeza e ajuste perfeitamente ao seu maxilar.

Óculos de proteção

Deverá ser utilizado por todos modelos de capacetes que não tiverem viseira. Óculos de proteção EPI, sol e grau, ou qualquer outro tipo que seja, não substituem o uso dos óculos de proteção para motociclistas. Eles devem ser confortáveis e flexíveis, muitos dos modelos e marcas hoje já possuem ação anti-risco.

Viseira

As viseiras têm por objetivo proteger a face contra possíveis sujeiras e insetos que possam se chocar com o rosto e olhos. Quanto maior a sua espessura, mais resistente ela será. Além disso, algumas têm alta definição e permitem enxergar sem distorções através delas.Há dois modelos permitidos por lei: a fumê e a cristal (transparente). Mas atenção: a viseira fumê deve ser usada somente para o dia, pois ela é escura e prejudica a visibilidade à noite, além de ser proibido por lei no período noturno.

Sistema de ventilação

Um bom capacete oferece um sistema de ventilação eficiente, esses sistemas normalmente são pequenas frestas que facilitam a entrada e saída de ar.

Interior do capacete

Feito de poliuretano, um tipo de isopor mais denso que, junto com o casco do capacete, tem a função de absorver o impacto e evitar que o choque chegue ao crânio. Outro material utilizado é a espuma, que além de proporcionar conforto ajuda a prevenir lesões na cabeça.

Forração

Existem os capacetes que permitem a retirada do forro facilitando sua higiene, e os que não permitem, exigindo mais tempo de secagem após a lavagem. Além disso, você pode encontrar modelos com forros antialérgicos que evitam problemas de pele.

Capacete tem prazo de validade?

O ideal é fazer a troca de capacete entre 3 e 5 anos dependendo da intensidade de uso. Importante ficar atento para que o mesmo não tenha nenhuma queda, como ele é feito para absorver impactos, qualquer queda pode comprometer a estrutura e o certo é adquirir outro. Mais uma dica é evitar comprar capacetes usados, além de você não saber o tempo de uso, ele ainda pode ter sofrido algum impacto.

O que saber na hora de comprar um capacete para motos?

Há uma série de cuidados que você deve ter ao adquirir um capacete para moto. Entre eles estão:

  • tamanho deve ficar justo, sem espaços na bochecha e testa;
  • Certificação do INMETRO (selo holográfico), fixado na altura da nuca no capacete;
  • Faixas refletivas nas partes frontais, traseiras e laterais, devem ter superfície de 18 cm² cada.

Como manter a limpeza e higiene de seu capacete?

limpando capacete

A limpeza do seu capacete deve ser feito com pano úmido e sabão neutro ou uma leve mistura de água e detergente neutro para o casco e viseira. Não deve ser lavado com nenhum tipo de substância abrasiva como solvente, benzina e limpa vidros.

Há a possibilidade de encerar seu capacete com polidores para plásticos, inclusive a viseira. Isso permitirá melhor visibilidade.

Na parte interior o ideal é o uso de balaclava ou gorro (como é conhecido em muitos lugares) para capacetes que não permitem a retirada do forro, prevenindo as bactérias e fungos que causam mau cheiro e que se formam com o contato da pele e suor. Você também poderá passar um pano úmido com detergente neutro para limpar o interior.

Para os capacetes que permitem a retirada da forração, destaque com cuidado o forro fazendo a limpeza com detergente neutro. Se for lavar na lavadora de roupa, utilize a opção “roupas delicadas”.

Para secagem, a dica é manter o acessório ao ar livre e na sombra preferencialmente com a viseira aberta para evitar mofo.

Posso usar capacete junto com óculos de grau?

Sim, o uso do capacete pelo motociclista não impede a utilização dos óculos de graus e nem os óculos de sol. Pode ser desconfortável, mas o uso é permito e obrigatório para motociclistas que tenham algum tipo de problema de visão. Para quem sente desconforto ao usar óculos com capacete, o ideal é utilizar lentes de contato, evitando assim o incômodo.

Capacete pode ser reformado e ter segurança?

De forma alguma. Ele pode até não apresentar aparentes arranhões, mas mesmo em uma queda ele deve ser trocado. Nunca reformado. A principal função do capacete é absorver impacto, se já houve uma queda essa estrutura fica comprometida. Além disso, os capacetes passam por rigorosos testes do INMETRO para garantir segurança.

Posso andar com capacete de trilha com óculos de trilha na cidade ?

Sim, mas somente se estiver usando o óculos de proteção, caso contrário você poderá ser multado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Avatar for Rodrigo

Escrito por Rodrigo

Barbudo com interesses diversos, expert em produtos para barba e cuidados, porem focado em ajudar outros barbudos em como cuidar melhor de suas barbas e ter seu estilo próprio.
Tem alguma dúvida? Pergunte-me e irei lhe ajudar no que for preciso para deixar sua barba top!

Xiaomi Amazfit Pace

Xiaomi Amazfit Pace para os exercícios dentro e fora da academia

Lenovo HE15

Fone barato Lenovo HE15 para você comprar hoje