O uso de anabolizantes vem se tornando, a cada dia, um hábito comum, principalmente pelas pessoas que praticam esportes, para aumentar a competitividade, ajudar na cura de lesões ou simplesmente por questões estéticas.

Porém, o consumo excessivo desse tipo de produto é muito perigoso e pode causar danos irreparáveis ao corpo humano.

Sobre Uso de Anabolizantes

  1. Os esteroides androgênicos anabólicos, mais conhecidos como anabolizantes, são um produto derivado principalmente da testosterona, hormônio responsável por muitas características que diferem homem e mulher. Eles atuam no crescimento celular e em tecidos do corpo, como o ósseo e o muscular.
  2. O uso de anabolizantes gera efeitos colaterais, tanto em homens e mulheres, como:  aumento de acnes, queda do cabelo, distúrbios da função do fígado, tumores no fígado, explosões de ira ou comportamento agressivo, paranoia, alucinações, psicoses, coágulos de sangue, retenção de líquido no organismo, aumento da pressão arterial e risco de adquirir doenças transmissíveis (AIDS, Hepatite).
  3. No caso das mulheres, o uso de anabolizantes pode gerar características masculinas no corpo, como engrossamento da voz e surgimento de pelos além do normal. Além disso, aumento do tamanho do clitóris, irregularidade ou interrupção das menstruações, diminuição dos seios e aumento de apetite.
  4. Nos homens, o excesso de anabolizantes pode causar aparecimento de mamas, redução dos testículos, diminuição da contagem dos espermatozoides e calvície.
  5. Em adolescentes, as consequências podem ser piores, como comprometimento do crescimento, maturação óssea acelerada, aumento da frequência e duração das ereções, desenvolvimento sexual precoce, hipervirilização, crescimento do falo (hipogonadismo ou megalofalia), aumentos dos pelos púbicos e do corpo, além do ligeiro crescimento de barba.
  6. Esses hormônios podem ser usados clinicamente e, ocasionalmente, serem prescritos sob orientação médica para repor o hormônio deficiente em alguns homens e para ajudar pacientes com aids a recuperar peso. Nos casos de necessidade clínica, os pacientes são indicados a tomarem apenas doses mínimas para apenas regularizar sua disfunção.
  7. O uso das injeções de anabolizantes esteroides pode levar ao risco de infecção pelo HIV e vírus da hepatite, se as agulhas forem compartilhadas. Esteróides Anabólicos obtidos sem uma prescrição não são confiáveis, pois podem conter outras substâncias, os frascos podem não ser estéreis e, além disso, é possível que nem esteróides contenham.
  8. Usar anabolizantes para fins estéticos ou para aumentar o rendimento esportivo é proibido, além de ser de grande risco para a saúde. Entretanto, por aumentarem a massa muscular, estas drogas têm sido cada vez mais procuradas e utilizadas por alguns atletas para melhorar a performance física e por outras pessoas para obter uma melhor aparência muscular.
  9. Um estudo de 2007 traçou o perfil do usuário de anabolizantes no mundo. De acordo com os dados, o usuário típico não é o adolescente ou o atleta, mas o homem de cerca de 30 anos, bem educado e com renda alta, segundo um estudo publicado hoje. Foram pesquisados 2.663 homens e mulheres de 81 países, indicando que o motivo principal para o uso desses compostos é o aumento da musculatura.
  10. Muitos atletas consomem anabolizantes a fim de conseguirem uma melhora na performance dentro do esporte. Os anabolizantes, quando entram em contato com as células do tecido muscular, aumentam o tamanho dos músculos do corpo humano. Porém, isso é caracterizado Doping, e o esportista pode ser punido por isso, como já ocorreu em inúmeros casos.  Dependendo da situação, o atleta pode ser banido do esporte.

Esteróides anabolizantes, qual posição devemos tomar?

“Estética”, essa palavra é muito importante na sociedade atual, e ela muitas vezes determina o sucesso de uma pessoa tanto no lado pessoal como na área profissional.

Dessa forma, a busca pelo ideal de beleza tem se tornado uma constante e muitas vezes é colocado em debate.

Introduzido o assunto, vamos ao nosso termo chave: ÉTICA.

Mas como a ética se relaciona nesse aspecto com a estética? Trabalhamos na área da Educação Física, e somos conhecidos por termos o caminho e os segredos para um corpo bonito e saudável. Sabemos também, adentrando nas redes de academia, que as pessoas que as frequentam tem uma certa pressa para atingir seus objetivos, esquecendo que na musculação as coisas vêm em longo prazo. E para resolver este problema, chegamos ao tão debatido e conhecido uso de Esteroides Anabolizantes.

Na televisão brasileira, vemos inúmeros casos de morte atribuídos ao uso de anabolizantes e dezenas de reportagens relacionando suplementos alimentares. O que a mídia diz para as pessoas? Ela diz que se você usar isto, você morre. E o que mais? Tem efeitos colaterais gravíssimos, ponto final.

A pior parte disso é que as pessoas acreditam, elas simplesmente ouvem e absorvem, não vão atrás de outras fontes para saber se isso é verdade ou não. Acreditam cegamente no que a televisão lhes diz.

Quando um aluno me perguntar, o que devo dizer?

Digo a ele que anabolizantes matam, que ele não deve usar e deixar ele ir embora, para depois ser influenciado por um amigo da academia, dizendo que se ele usar ficará igual, que o professor é bobo e não sabe o que diz?

Ou devo explicar a verdade, e deixar que ele decida o que fazer, sabendo assim o caminho correto?

Este é o grande problema. Não há provas científicas que estas substâncias causam morte. Esteroides são como outra droga qualquer, como qualquer remédio que se vende em farmácias. Se você usar na dose correta e da maneira correta, nada além de possíveis e reversíveis efeitos colaterais ocorrerão. O que difere de um remédio normal? Se uma pessoa tomar o dobro da dose recomendada, pelo dobro de tempo recomendado, ela não terá problemas graves?

É exatamente assim que acontece, os jovens de hoje não possuem instrução profissional, eles não sabem o que estão usando, qual o objetivo da droga, qual a dose, quais os efeitos colaterais, qual a meia vida, com quais substancias pode-se combinar, por quanto tempo usar, como fazer a terapia pós ciclo. Assim, eles escutam o cara “grande” da academia, que apenas lhes vende e diz que eles devem injetar o que tem nesse vidro um dia, e tomar o que tem naquele pote no outro.

Estas substâncias são proibidas justamente por isso, pelo uso indevido. Mas então por que não proíbem os cigarros, por que não proíbem os refrigerantes? Experimente tomar 2 litros de refrigerante por dia, você terá sérios problemas de saúde, experimente fumar indiscriminadamente, você terá sérios problemas de saúde. Se o problema está no abuso, por que não simplesmente instruir as pessoas no lugar de proibir?

Dessa forma, os jovens compram, pois aqui no Brasil o acesso a estas drogas é fácil, usam e percebem os resultados, se sentem felizes, e a falta de informação diz que se eles usarem o dobro terão o dobro dos resultados. Aí acontece o que não deveria acontecer, as mortes.


Deixo bem claro que não estou fazendo apologia ao uso de qualquer substância, prezo a saúde. Porém, acredito que a maior forma de prevenção perante o uso não é a proibição e sim, a instrução.

Quais os efeitos colaterais dos Anabolizantes?

Efeitos colaterais dos anabolizantes são vários e se manifestam de formas diferentes em cada pessoa. Neste post falaremos sobre isso, leia porque lhe será útil!

Terceira Lei de Newton é mundialmente conhecida e aplicada em várias áreas. De certo modo ela também serve para descrever efeitos prováveis que anabolizantes causam ao organismo humano.

Sim porque se de um lado temos uma lista de benefícios que esteroides causam, de outro, temos uma relação suntuosa de efeitos negativos para homens e mulheres que recorrem a substância.

É a ação e a reação – Duas forças com efeitos antagônicos…

Nossa ideia neste artigo é abordar de forma generalizada, efeitos colaterais dos anabolizantes, considerando os Top 10 mais consumidos para ganho de massa, os quais enumeramos no próximo tópico.

Acompanhe!

Efeitos colaterais dos anabolizantes dos Top 10 Mais Usados

Antes de conhecer efeitos prováveis que anabolizantes causam no organismo, devemos saber quais substâncias são as mais usadas atualmente.

Considerando que o objetivo é ganhar massa, esses são os recomendados:

  1. Nandrolona (Deca Durabolin)
  2. Metenolona
  3. Winstrol
  4. Somatrofina ou Hormônio do crescimento
  5. Testosterona Cristalina
  6. Clembuterol
  7. Hemogenin
  8. Oxandrolana
  9. Proviron
  10. Deposteron

Especialmente quando não existir coerência no consumo, todos esses anabolizantes trarão algum tipo de efeito colateral.


E é sobre isso que passaremos a falar a partir de agora. Acompanhe!

Os mais conhecidos Efeitos Colaterais dos Anabolizantes

O principal e mais nítido efeito colateral é o crescimento muscular muito rápido. Coisa de dias (semanas) a transformação é visível e de certa forma atrai a atenção.

Assim sendo, o usuário do anabolizante pode ser mal visto, até mesmo no círculo de amigos, família, trabalho, etc. Afinal, ainda existe muito tabu em relação a substâncias anabólicas com esteróides.

Contudo, nosso objetivo é abranger o tema efeitos colaterais dos anabolizantes, e por isso seguimos elencando outros. Por exemplo:

1 – Ginecomastia

A hipertrofia da glândula mamária no homem adolescente é comum, assim como na fase madura.


Porém, com uso de esteroides sintéticos esse evento tende a surgir em homens jovens e de meia-idade, os quais não apresentavam sinais de ginecomastia.

Aromatase (enzima responsável pela aromatização) faz a conversão da testosterona em estrogênio, resultando no crescimento do tecido mamário, quando EAA (esteróides anabólicos androgênicos) são usados.

Esse evento se manifesta em praticamente todos os anabolizantes e isso é considerado um efeito colateral que prejudica muito a estética do homem.

2 – Interfere na Libido

Entre os efeitos colaterais dos anabolizantes, talvez este seja um dos mais intrigantes.

O usuário do anabolizante experimenta momentaneamente a explosão da libido. O que lhe causa desejos e performance extraordinárias. Contudo, é um efeito circunstancial e que terá vida curta.

Após o ápice da concentração de testosterona na corrente sanguínea, ocorre a retroalimentação negativa e o organismo inibe a secreção do hormônio.

Dessa forma, inicia-se a temida impotência sexual acompanhada de descaso com a libido.

Segundo estudos, mais de 60% dos homens que usam esteróides afirmam experimentar essa indisposição para o sexo, afirmando se tornarem impotentes sexualmente devido ao anabolizante.

3 – Saúde Geniturinária Comprometida

Ainda falando sobre efeitos colaterais dos anabolizantes para homens, temos que mencionar mais 4 situações, que são:

Oligospermia: Com o uso de anabólicos sintéticos é natural uma queda brusca na contagem de espermatozóides, deixando este propenso a desenvolver quadros de infertilidade momentânea.


Azoospermia: Quadro mais grave pois a produção de espermatozóides cessa definitivamente.

Atrofia Testicular: Disparidade no tamanho dos testículos quando ocorrer em um apenas. Porém, quando nos dois, ambos diminuem de tamanho.

Ereções dolorosas: O ato sexual passa a ser evitado em decorrência da dor ao alcançar a ereção.

4 – Produção Exacerbada de Hemáceas

Muitos anabolizantes estão relacionados com o aumento na produção de glóbulos vermelhos.

Esse fato deixa o sangue mais denso e dificultoso para a circulação.

Em contrapartida algumas anormalidade podem surgir, como tonturas, dor de cabeça, excesso de ferro e até mesmo infarto do miocárdio.

5 – Colesterol (baixa e alta)

Esse tópico trata de esclarecer, entre os efeitos colaterais dos anabolizantes, a desregulagem nos níveis do colesterol.

Tanto o LDL (colesterol bom) como o HDL (colesterol ruim) sofrem interferências de anabolizantes. Enquanto o primeiro sofre quedas o segundo aumenta substancialmente.

A partir disso, outras complicações bem importantes poderão surgir, por exemplo:

  • AVC – Acidente Vascular Cerebral;
  • Ataque do coração;
  • Coágulos no cérebro;
  • Entupimento de veias.

6 – Dependência

Esse ponto é uma determinante relevante antes de começar a usar esteroides. Trata-se da dependência que está na lista de efeitos colaterais dos anabolizantes.


Veja bem, não estamos dizendo que ao usar anabolizantes a pessoa também começa a usar outras drogas. Entretanto é provado que mesmo após ciclos de esteróides e objetivos alcançados, algo evita que o usuário se “desligue” da substância.

Existe sim, certa dependência, porém é vencível na maioria das vezes.

7 – Mudanças Psicológicas

Quando o uso for abusivo de EAA, pode-se observar nitidamente alterações no comportamento, entre elas:

  • Irritabilidade;
  • Agressividade;
  • Manias;
  • Psicoses.

Sem falar que existe ainda a probabilidade do usuário ficar deprimido sem motivos.

Relata-se ainda que entre os homens que usam esteroides, podem se manifestar:

  • Hepatomegalia (aumento do fígado);
  • Adenoma hepatocelular (tumor de origem epitelial);
  • Esteatose hepática (gordura n fígado);
  • Hepatite peliótica (cistos de sangue no fígado);
  • Câncer hepático;
  • Doenças renais diversas.

Efeitos colaterais dos anabolizantes para Mulheres

Mulheres que desejarem aderir aos EAAs, ainda mais sem controle médico, estarão expondo seus corpos aos efeitos de masculinização.

Ou seja, pelos no corpo podem aumentar consideravelmente, a voz engrossa, os seios diminuem e a pele sofre com a acne.

As partes íntimas também são afetadas, principalmente com o crescimento do clitórios e atrofia vaginal.

Para concluir, salientamos a importância de instruir-se se desejar utilizar anabolizantes para aproveitar seus benefícios (os quais existem).

Leia bons artigos como os postados aqui no site, converse com outros usuários e principalmente consulte um médico.



No Responses

  1. Avatar for Rodrigo Rodrigo
    Posted on 12/02/2021
  2. Avatar for Rodrigo Rodrigo
    Posted on 07/02/2021

Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh