Não é de hoje que a barba é relacionada à virilidade masculina e até mesmo à inteligência. Se não há provas de que uma coisa tem a ver mesmo com a outra, o que se sabe pela pura observação dos rapazes que circulam pelo mundo é que alguns têm barbas homéricas e outros passam a vida inteira de rosto liso como o de um bebê.

Não ter barba só é um problema quando o homem em questão realmente gostaria de ostentar os pelinhos no rosto – fora isso, é algo absolutamente comum e muito mais normal do que se imagina.

O fator que mais influencia a presença ou ausência de pelos na face masculina é, certamente, a genética. Os rapazes começam a ter barba na puberdade, quando os hormônios entram em ação com toda a força. O hormônio responsável pela barba é a testosterona, que faz com que os pelos comecem a crescer mais grossos e mais escuros.

Barbichas

barbicha

Antes que você comece a tirar conclusões sobre a relação entre falta de barba e níveis de testosterona, já adiantamos: a maioria dos cuecas tem o mesmo nível desse hormônio.

A responsável pelo fato de que alguns rapazes tenham barba e outros não é puramente a genética, que faz com que cada corpo responda à testosterona de um jeito diferente. Ser geneticamente sensível a esse hormônio significa ter uma barba volumosa para ostentar, mas, por outro lado, aumenta as chances de calvice – será que é por isso que tem tanto careca barbudo por aí?

Então, se você é um rapaz que sofre pela falta de barba, o consolo é que, no futuro, suas chances de ficar careca são menores. Agora se você sempre quis ser um careca barbudo, sentimos muito.

Tags

Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh