4.7/5 - (2860 votes)

Por uma questão de segurança e um pouco de etiqueta, existem poucos astronautas barbudos. Poucos, mas não inexistentes. Como falamos em um outro post, astronautas podem manter os pelos faciais em missões mais curtas, desde que não afetem seus trabalhos fora da estação.

E ao longo da história relativamente recente sobre a exploração espacial, temos alguns bons exemplos de astronautas que não deixaram sua característica de destaque de lado mesmo fora da órbita terrestre. Aliás, eles são grandes inspirações para quem ainda tem dúvidas sobre deixar ou não os pelos faciais.

Os astronautas barbudos que você deve respeitar

Chris Hadfield

Chris Hadfield é um dos maiores astronautas barbudos

E começamos a nossa lista com um dos mais clássicos entre os astronautas barbudos. Ou melhor, bigodudos: Chris Hadfield foi o primeiro canadense a não apenas ir para o espaço, como comandar uma missão espacial. Ativo desde 1983, Chris liderou as missões espaciais de 1995, na STS-74 Atlantis, em 2001, STS-100 Endeavour.

Chris aposentou-se em 2003, voltando a ativa apenas em 2012 em uma missão pela ISS, como engenheiro de voo. Foi nessa época, inclusive, que Chris Hadfield começou seus vlogs mostrando a vida no espaço, as tarefas diárias que os astronautas precisam fazer, e como eles se cuidam.

Um dos mais legais para os barbudos é justamente como eles cuidam dos pelos faciais no espaço, que já mostramos por aqui.

Leroy Chiao

Leroy Chiao é um dos Astronautas barbudos discretos, porém presentes

Ele é um dos poucos exemplos de astronautas que conseguiu manter uma barba mais cerrada no ambiente espacial, abrindo mão dos bigodes. Leroy Chiao é um veterano no espaço, com nada menos do que 229 dias em órbita, com mais de 26 horas em trabalhos fora da nave. Isso é um marco memorável para qualquer astronauta.

Leroy esteve em missões espaciais de 1991 até 2004, quando ficou 192 dias em órbita ao lado de outra lenda russa, Salizhan Sharipov. Em 2005, ele deixou a NASA para atuar como empresário, e até hoje dá boas dicas sobre os cuidados que os astronautas em potencial precisam ter fora da Terra.

James Adamson

Adamson é um dos Astronautas Barbudos mais clássicos

Esse sim é um representante da velha guarda dos astronautas bigodudos, junto a Chris Hadfield. Sendo da mesma época do canadense, James adamson é um grande expoente na Força Aérea americana, com várias especialidades nas áreas de sobrevivência, como ártico e montanha.

Sua experiência com naves foi valiosa não apenas na Guerra do Vietnã, onde atuou como piloto, como posteriormente na NASA. Em seu período na agência especial, de 1981 até 1992, esteve à frente dos STS-28 Columbia, e na STS-43 Atlantis, anterior a missão de Hadfield. Desde que deixou a NASA, passou a atuar como consultor da agência, sem se envolver diretamente.

Alan Shepard

Alan Shepard é um dos Astronautas Barbudos mais lendários

Seria ele uma referência ao clássico personagem da trilogia de games Mass Effect? Não sei, mas é fato que Alan Shepard foi um outro grande representante dos pelos faciais na história espacial. Com sua barba cerrada, o astronauta esteve presente nas missões de Apollo e Mercury.

Sim, esse homem esteve junto a Neil Armstrong e sua tripulação no primeiro voo a lua. Ou não, se você conhece os boatos por aí.

Enfim, o que importante é que Alan fez história em diversos aspectos. E ao contrário de outros tantos astronautas, sua origem não veio da aeronáutica, mas da marinha, sendo piloto de testes pouco tempo depois da Segunda Guerra Mundial. Por falar nela, Alan participou do conflito, no Oceano Pacífico, lutando contra os japoneses em um destróier.

E só para você ver o quanto a experiência de Alan foi importante, ele foi um dos vários militares convidados para o projeto Mercury, o primeiro da NASA. Após as proezas históricas, Alan continuou sua carreira como empresário, e tocou os negócios até meados dos anos 90.

Morreu em 1998, em decorrência de um quadro de leucemia, mas sua história, bem como aquela barba cerrada, estarão sempre marcadas.

Mark Kelly

Mark Kelly é um dos Astronautas Barbudos que protagonizaram um dos casos mais curiosos da história

Este membro dos astronautas de bigode tem uma história um tanto peculiar. Vindo da marinha, tanto ele como seu irmão gêmeo Scott Kelly entraram no programa espacial em 1996, selecionados graças ao seu currículo exemplar nas forças marítimas.


As peculiaridades começaram em 2015. Os irmãos kelly participaram do estudo “Twins Study”, que buscavam analisar as possíveis mutações e sinais vitais de dois indivíduos com o mesmo código genético, sendo um no espaço, e outro na Terra.

E aqui vem a parte curiosa. Em uma das atividades de Mark Kelly fora da plataforma, ele afirmou ter visto anjos, mais especificamente oito anjos, que estavam em direção a Terra. O caso foi muito divulgado nas redes sociais, principalmente por conta do fato de Mark ser ateu.

Bem, a história no final foi falsa por dois motivos. O primeiro, é que Mark não deixou de ser ateu por conta do que viu, mas sim por conta de um atentado que sua esposa sofrera em 2011, sobrevivendo a um tir na cabeça. O segundo motivo é que a tal visão de Mark foi divulgada por vários blogs ingleses especializados em notícias falsas… Pois é.

Menção Honrosa: Marcos Pontes

Mesmo que Marcos Pontes não seja parte dos Astronautas barbudos, ele é um brasileiro no espaço, isso faz muita diferença

Não poderíamos deixar de citar um importante membro da história espacial no Brasil, mesmo que ele não seja parte da lista de astronautas barbudos, apesar da barba cerrada estar ali de vez em quando. Marcos Pontes foi o primeiro brasileiro a ir para o espaço, viajando na nave russa pela Soyuz TMA-8.

O objetivo da Missão Centenário, em homenagem aos 100 anos da primeira viagem de Santos Dumont, foi fomentar a pesquisa sobre a microgravidade, além de mostrar as pesquisas e avanços da pesquisa robótica e da astronomia brasileira. A missão foi um sucesso, e mesmo que esteja aposentado, ainda assim é um grande representante do Brasil lá fora.

Como é possível ver, a representação barbuda no espaço é um pouco pequena, mas ainda assim, cheia de carisma e importância na história. E vamos ser sinceros: se o tempo não apagou as barbas por completo, o mesmo não vai acontecer com o espaço.

Gostou das referências de astronautas barbudos, jovem? Então não deixe de compartilhar, o que não falta são referências interessantes para entender como funciona esse aspecto tão crescente na ciência. Até a próxima!

Quer receber no seu email excelentes conteúdos iguais a este? Então cadastre-se em nossa newsletter.


Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh