4.4/5 - (2263 votes)

Eu sei o que deve passar pela sua cabeça quando você vê tanta coisa sobre os cuidados com a barba. Para quem deseja cuidar dos pelos faciais constantemente, essas dicas são valiosas, quase obrigatórias se você quiser deixar o visual sempre em dia. Mas nem todo barbudo tem essa disciplina. Na verdade, o que tem de preguiçoso por aí… A barba mal feita é o principal exemplo.

Não é nem um pouco raro encontrarmos casos de barbudos que não tem aquela estima pelos pelos faciais, e acabam deixando o visual mal feito mesmo. E por incrível que pareça, eles continuam tão chamativos e sedutores para elas com essa falta de cuidado!

Já discutimos isso por aqui uma vez, mas você pode dar uma fingir uma barba mal feita só fazendo alguns ajustes no seu visual bem aparado. Mas o que vamos fazer aqui hoje é um pouco diferente. Atendendo os pedidos de você, desleixado, vamos mostrar como pode manter a barba mal feita e ainda ser estiloso.

Será uma experiência um tanto selvagem para quem vê, mas isso pouco importa. Se nem você se liga no visual, por que se preocupar com a opinião dos outros? E aqui está um dos segredos: ninguém disse que você não se preocupa… Só direciona para uma direção atípica.

Primeiro passo para uma barba mal feita: tire toda a barba

comece a ter barba mal feita raspando ela de qualquer jeito

Isso mesmo, raspe os pelos faciais. Seja com uma navalha, gilete, tesoura, barbeador elétrico…  Use o tipo de lâmina boa o bastante e que esteja já familiarizado. A ideia é deixar a barba mal feita, não uma cicatriz no rosto. Esse é assunto para um outro post. Enfim…

O objetivo é muito simples. Barbas mal feitas costumam ser meio ralas, cerradas. Mas diferentes do verdadeiro visual cerrado, elas tem aquele frizz digno de proteger o seu rosto de alguém que queira acertar sua cara e encontre uns espinhos.

E aqui vem o primeiro segredo… Você não precisa acabar com seu visual de propósito assim. Deixe o visual bem cerrado, mas não deixe de lado aquele balm para barba que te ajudou desde o começo. O rosto vai ficar com aquele tom de cinza que parece uma lixa, mas a raiz dos pelos faciais serão protegidas e estimuladas com o passar dos dias.

Deixe crescer desordenadamente

Deixe a barba mal feita crescer desordenadamente

A diversão começa agora. Se você cuidou bem dos pelos faciais e deixou aquela falsa impressão de barba mal feita ao tirá-la toda, em dois ou três dias os pelos faciais já começam a crescer de forma no seu ritmo mais normal. E deixe do jeito que está mesmo. Isso inclui só passar os produtos de acordo, mas nada de pente ou algo do tipo.

Conforme passar a semana, coisa de 1 ou 2 semanas no máximo, a barba já terá aquela aparência de revolta. Aquela aparência de um cara que caiu da cama e ficou por lá mesmo. E mesmo quando os pelos faciais cobrirem o rosto inteiro, não se preocupe com aquela aparação.

A graça em manter a barba mal feita está justamente nesse pensamento transgressor em não se adequar à moda nenhuma. O que é um belo papo bonito na verdade: se você deixa uma barba mal feita de propósito com a ideia de não pertencer a estilo nenhum, você cria automaticamente um estilo próprio. Pergunte a qualquer rockeiro por aí se o punk não teve mais ou menos esse mesmo pensamento.

Bom, o que interessa aqui é que, se você não seguiu os passos tradicionais nos cuidados de uma barba de respeito, você realmente está com aquele visual que faria um preguiçoso ficar orgulhoso de sua façanha. Se for em um ambiente com vários amigos então, melhor ainda.

E agora, o que fazer com essa rebeldia? Ficar estiloso, é claro.

Escolha o seu melhor estilo de roupas e penteado

A barba mal feita também pode gerar ótimos estilos

A barba mal feita vai se destacar como um aspecto ruim apenas se você não tomar aquele cuidado com todo o restante do visual. É no seu penteado e roupas que estarão o destaque positivo, enquanto a suposta barba mal feita dá aquela contraste que chama atenção de uma maneira mais interessante.

Quanto ao penteado, fica por sua conta. O que podemos recomendar para não transformar o cabelo numa extensão da barba “mal cuidada” são estilos mais comportados, e que sejam condizentes com sua personalidade também. Um meio fácil de identificar esses pontos com a barba é dar uma olhada nas tendências para os penteados masculinos este ano. Tem umas ideias bem bacanas lá.

Já nos visuais, dê o seu melhor mesmo. Escolha o seu melhor estilo, não se vista como quem sai da cama de verdade. Isso sua barba já está fazendo e muito bem. Para tanto, preste atenção onde vai, suas companhias, e o que o lugar pede. Se der as devidas atenções, a escolha se torna ainda mais precisa e interessante. Principalmente com essa ideia de misturar suas melhores roupas e penteado com a barba mal feita.


Faça a mágica!

A grande mágica na barba mal feita é fazer um bom estilo

Quando todo mundo se acostumar com seu visual aparentemente desleixado… Dê aquele trato no visual! Apare a barba, volte ao seu velho estilo, e mude para o seu penteado preferido. Vamos dizer que a barba mal feita era só aquele pequeno teste social para mostrar quem de fato o vê como um barbudo legítimo, como o vê de verdade, e não apenas a aparência superficial.

Quer dizer, se gostaram de você com a barba mal feita, algo que seria socialmente ruim, é uma prova de que conseguem ver o conteúdo além dos pelos faciais. Bem, o que quer que seja sua decisão, mostrar o seu verdadeiro estilo depois de umas semanas de “teste como um preguiçoso dá um bom destaque.

E para o barbudo preguiçoso que já não cuidava tanto da barba? Bem, o que mostramos aqui foi mais uma prova de que ele pode ser um cara estiloso e ainda por cima ter um bom visual com sua barba mal feita. E se ele se ligou mesmo e se vestiu bem, além de cuidar do penteado, verá que consegue fazer o mesmo com a barba sem problemas. Até a próxima, jovem!

Quer receber no seu email excelentes conteúdos iguais a este? Então cadastre-se em nossa newsletter.


Comments (2)

  1. Avatar for Rodrigo Zé da Costa
    Posted on 01/07/2019
    • Avatar for Rodrigo Rodrigo
      Posted on 02/07/2019

Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh