Levante a mão quem nunca teve problema com caspa! Tá, a tentativa de fazer algo do tipo aqui não dá muito certo já que não nos vemos olho no olho, mas é fato que todos os homens, principalmente aqueles que possuem cabelos mais oleosos, já teve caspas. E se você ainda não teve, parabéns e cuidado, pois um descuidados pode levar a tê-los.

Apesar de parecer um pouco intimidador a princípio, existem alguns fatos sobre a caspa que não chegam a ser perigosos, mas que causam muita confusão para quem não entende do assunto. Para desmistificar esses pontos, e te deixar bem esperto quanto aos cuidados contra esse mal dos cabelos, separamos 7 fatos importantes contra a caspa e mais algumas dicas de como cuidar e tratar da caspa. Dá só uma olhada.

Sintomas da caspa

Quando veste aquele terno ou camisa mais escura e parece que nevou em seus ombros, amigo, isso é caspa. A caspa é caracterizada pelo aparecimento de pequenos e finos flocos de pele morta, estes flocos podem ficar presos aos fios e saírem durante a lavagem do cabelo ou simplesmente caírem durante o dia. Ao se examinar o couro cabeludo mais de perto, podemos ver placas de pele morta se desprendendo do couro cabeludo.

O ato de coçar a cabeça pode irritar o couro cabeludo, causando feridas e começando o processo de descamação da pele. Esta descamação pode ser agravada com uma vermelhidão ao redor dos folículos e das lacas de pele.

Intensidade da caspa

  • Leve: Pequenos flocos de pele esbranquiçados junto ao couro cabeludo, próximos à raiz dos fios, e visíveis somente quando se escova o cabelo ou raspa.
  • Moderada: Os flocos se encontram soltos entre os fios, sendo visíveis naturalmente dando o efeito de neve no cabelo.
  • Intensa: Descamação acentuada de flocos de tamanhos variados, abundantes e visíveis na superfície do cabelo e sobre os ombros do indivíduo, em alguns casos em grandes placas.

Causas

Algumas das causas da dermatite seborreica ainda são um mistério mas listei aqui alguns fatores que conhecidamente agravam o quadro de descamação do couro cabeludo:

  • Alterações hormonais
  • Estresse
  • Clima seco ou frio
  • Mudanças bruscas de temperatura
  • Alimentação de baixo valor nutritivo, especialmente com falta de proteínas

7 fatos sobre caspa para você ficar esperto!

1 – Caspa é mais comum no Inverno

caspa é mais comum no inverno do que você pensa

Tá, não é exatamente apenas no inverno, mas qualquer época de temperaturas baixas. O que acontece nessas épocas é o aumento de banhos quentes, e eles sim aumentam a quantidade de caspa na cabeça. E isso porque as altas temperaturas no couro cabeludo aumentam a produção de sebácea na cabeça, o que por consequência o cabelo mais oleoso, e assim aumenta a caspa.

Para que você não tenha problemas com a caspa, e nem tenha de abrir mão daquele banho quente depois de um dia frio, basta não manter a cabeça o tempo inteiro debaixo do chuveiro. No máximo, apenas para molhar os cabelos e enxágua-los, assim você não precisa adquirir uma resistência forçada contra o frio.

2 – Estresse causa Caspa…

Estresse causa Caspa

Basicamente, tudo que provoca o aumento de sebácea no couro cabeludo é responsável pela caspa. E isso pode ter tanto a ver com a alta temperatura no couro cabeludo, como situações que causam transtornos no corpo inteiro. O estresse, por liberar substâncias nada benéficas para o organismo, principalmente na circulação sanguínea, é um dos responsáveis pela caspa.

Logo, se você ficar coçando a cabeça por aí nos momentos que estiver estressado e sentir que se transformou numa árvore de natal, você não está errado: o problema da caspa é o estresse. Então busque esfriar a cabeça, literalmente, para não ficar sem seus cabelos a longo prazo.

3 – Fumar também

Fumar também causa caspa

Lembra que eu falei que problemas que afetem a circulação sanguínea são um dos responsáveis pela produção de caspa? Pois bem, fumar também é um dos grandes causadores de caspa. Sem querer pegar no pé, mas acredito que você já saiba: o cigarro conta com várias substâncias nada benéficas no sangue, e elas afetam os mesmos hormônios liberados pelo estresse.

Tem quem fale que as bebidas alcoólicas também, mas aqui é mais necessário que você controle os dias e a quantidade do que simplesmente parar de beber. E convenhamos: por mais refrescante que seja uma cerveja no fim da tarde, beber demais vai ter causar mais problemas do que apenas queda de cabelo.

4 – E aquela Comida Gordurosa também!

E aquela Comida Gordurosa também pode te causar caspa, sim acredite!

Aqui a razão é bem simples. Com o aumento da quantidade da chamada gordura má no organismo, presente quando você come muitas frituras, carnes mal passadas e outros alimentos com grandes quantidades dessa substância, a circulação sanguínea tende a ficar mais comprometida, não conseguindo levar todos os nutrientes o que inclui o couro cabeludo.

O resultado disso é uma cabeça calva, uma barriguinha proeminente, e problemas de saúde difíceis de superar numa idade mais avançada. Procure reservar aquela carne mais gorda ou fritura mais pesada para os fins de semana, no máximo, para evitar esse ponto.

5 – Caspa não Tem Cura

mas noticias, Caspa não Tem Cura

Este é um triste fato. Até o momento não há nenhum remédio que acabe definitivamente com a caspa, mas as quantidades podem ser devidamente controladas a ponto de não acabarem com o seu cabelo. Além dos cuidados com a alimentação e a saúde como um todo, você pode evitar o acúmulo de caspas com o uso de shampoo e medicamentos prescritos por médicos.

O Minoxidil costuma ser um desses remédios. Ainda assim, ele deve ser usado com cautela, pois pode trazer efeitos colaterais pesados para todo o organismo, inclusive nos cabelos. Se for possível tenha uma vida mais saudável, e até mais barato.


6 – Cabelos oleosos têm mais probabilidade de ter caspa.

Cabelos oleosos têm mais probabilidade de ter caspa.

Além das circunstâncias causadas, existem as causas naturais da presença de caspa. E se seus cabelos forem oleosos, seja grandes ou pequenos, o aumento de caspas será constante e natural. Vale lembrar que não é a produção de óleo em si que causa a queda de cabelo, mas o aumento das sebáceas, uma glândula que protege os bulbos capilares, mas que em excesso acaba obstruindo sua entrada e levando a produção de caspa.

E aqui entra um outro fator que já discutimos em outro post, que não tem necessariamente a ver com o fato dos cabelos serem oleosos: evite abafar demais o couro cabeludo. Isso incluir usar bonés por longos períodos de tempo, ou ficar em ambientes quentes e abafados. Além de aumentar a produção de sebácea, esses lugares também podem gerar fungos no couro cabeludo, o que não é nada agradável.

7 – Sim, os Anticaspas funcionam

Mas sim, os Anticaspas funcionam

Shampoos anticaspas têm uma relação de amor e ódio com seus usuários. Apesar de funcionarem na maior parte das vezes, é comum que percam a eficiência ao longo do tempo. A razão mais provável nesses casos não é da falta de qualidade do shampoo em si, mas do nosso organismo que se adapta a fórmula e acabamos frustrados de novo com a cabeça cheia de pedacinhos brancos outra vez.

A solução para lidar com as caspas, além dos shampoos indicados por médicos, é procurar aqueles que possuem Piritionato de Zinco. Shampoos com esse componente agem de forma direta nas inflamações causadas pelas caspas, e diminuem bastante sua presença. Mas só por medida de segurança, procure um médico antes de comprar um shampoo do tipo, para ter certeza de que você não tem alergia ao mesmo.

Tratamento

A caspa não é uma condição que tenha uma cura, ela só é controlada seja com produtos específicos ou com hábitos melhores. Porem ha vários tratamentos efetivos para a caspa, mas é muito comum que durante o tratamento a pessoa ainda assim apresente caspa novamente.

De modo geral, basta lavar os cabelos diariamente com qualquer shampoo comum. Nos casos de caspa recorrente, você pode fazer uso de vários shampoos anticaspa que são eficientes e encontrados na Beard. Geralmente os shampoos para a caspa contêm uma das seguintes substâncias em sua composição:

  • Piritionato de zinco;
  • Alcatrão
  • Sulfato de selênio;
  • Ácido salicílico

Habitualmente, não há um shampoo anticaspa que possa ser considerado mais eficiente. Devido a individualidade de cada indivíduo, você deve achar a melhor marca que se adapta melhor a seu biotipo. Por isso, se a sua caspa não melhorar após uma semana de tratamento, procure uma marca com uma substância anticaspa diferente ou a combinação delas, até encontrar aquela que melhor funciona para você.

No caso de haver dermatite seborreica associada a inflamação do couro cabeludo, shampoos com antifúngicos costumam ser indicados. Procure shampoos que contenham ciclopirox ou cetoconazol. Um dermatologista deve sempre ser consultado em qualquer das situações acima caso a condição do paciente não apresente melhora dentro de uma semana.

Caspa, mitos e verdades

Alguns mitos e verdades que poucos sabem sobre a caspa:

  • Raspar todo o cabelo não vai acabar com a caspa nem ajudar no tratamento, afinal o problema se encontra na no couro cabeludo e não efetivamente no fio, então o tamanho do fio de cabelo é irrelevante.
  • A queda de cabelo está sim relacionada com a caspa, especialmente quando ela não é tratada e nos casos mais graves, quando há inflamação do couro cabeludo;
  • Estresse, nicotina ou cansaço podem aumentar a caspa;
  • A caspa não se pega através de pentes ou escovas de cabelo,ou seja não é contagiosa;
  • Caspa não está ligada com a falta de higiene, mas tem mais facilidade de surgir em pessoas que não lavam os cabelos frequentemente. De fato, as pessoas que lavam os cabelos em excesso ou o fazem com sabão em vez de shampoos também podem ter caspa;
  • Homens estão mais propensos a ter caspa do que as mulheres.

Agora que você sabe os fatos das caspas acontecerem e continuarem acontecendo, você não vai mais cair em histórias absurdas ou mentirosas. É só ter os cuidados certos. E bem, se um dia os cabelos caírem sem que você possa evitar, não problema também, já que é possível fazer bom uso da careca e da barba. Até a próxima, jovem!



No Responses

  1. Avatar for Rodrigo Rodrigo
    Posted on 04/02/2021

Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh