4.5/5 - (2253 votes)

A Campus Party 2017 foi um tanto especial. Além de já ter se firmado como o maior evento de tecnologia do Brasil, inclusive com uma edição especial em Recife no meio do ano, esse ano marca a 10º edição do evento, mostrando a força e a importância de sua existência para os vários meios digitais. E sim, existem muitos barbudos entre eles. Na verdade, se você parar para analisar, muitas das grandes invenções vieram dos barbudos, mas isso é papo para outro dia.

Com o último dia rolando a pouco tempo, fizemos um resumo das palestras e eventos mais importantes… Estrelados pelos barbudos, é claro. Sim, sabemos que existiram outros tantos eventos legais organizados por outras grandes mentes do Brasil e do exterior. Mas vamos dar um destaque para os nossos barbudos, os caras merecem.

A Campus Party 2017 no olhar dos barbudos

A Biotecnologia Rejuvenescedora de Aubey de Grey

Aubey de Grey foi uma das boas novidades na Campus Party 2017

Aubey de Grey é um dos grandes biomédicos ativos nos EUA. Tanto a sua ONG como seus trabalhos no periódico Rejuvenation Research mostram todo o seu conhecimento profundo na área de gerontologia, relacionada aos estudos do envelhecimento humano. E só para dar uma boa carteirada, o barbudo possui bacharelado em Ciência da Computação e PhD em Biologia pela conhecida Universidade de Cambridge.

Os estudos de Aubey são voltados a prevenção e proteção do corpo contra os efeitos do envelhecimento. Na verdade, este é o carro chefe de suas pesquisas nos últimos anos, mostrando formas naturais e diretas de intervenção contra o processo de envelhecimento. Sim, as pesquisas do cara são todas voltadas a ter um corpo jovem e saudável mesmo em idades mais avançadas.

E foi sobre esse assunto que de Grey apresentou sua palestra na Campus Party. Realizada no dia 1º de Fevereiro, o cientista focou em mostrar como é possível para nós, seres humanos, prevenirmos ou até adiarmos o processo de envelhecimento do corpo através de práticas simples.

Embora ele não tenha falado diretamente sobre alimentação e coisas do tipo, a palestra deu um bom panorama sobre a terceira idade, de que muitas vezes o corpo sofre doenças e limitações pelo simples fato de não haver uma preocupação acerca dela em épocas mais joviais.

Aubey mostrou de uma forma bem interessante, através de analogias com máquinas, como é possível garantir um corpo saudável quando se torna um idoso. Ah, e só para te lembrar, uma das formas mais simples é justamente deixar a barba crescer e cuidar bem dela.

Protótipos Velozes e Furiosos para a Realidade Virtual, por Chance Glasco

Chance Glasco é o criador da série COD, e esteve presente na Campus Party 2017

O nome parece uma mistureba danada, mas faz todo o sentido quando você ouve as palavras de Chance Glasco. Um dos responsáveis pela criação e popularização da conhecida franquia de FPS Call of Duty, Chance trabalha faz alguns na área de tecnologias relacionadas à realidade virtual, inclusive trabalhando em um dos aparelhos já bem popularidades deste novo gênero de tecnologia, o HTC Vive.

Um dos sócios da Doghead Simulations, ele tem desenvolvido junto com seus parceiros Mat Chacon e Elbert Perez novos aplicativos que otimizam o uso do VR. E é sobre estes aplicativos, bem como os desafios deste novo mercado, que a palestra tratou.

Chance Glasco apresentou junto com seus parceiros da Doghead as dificuldades relacionadas à tecnologia de Realidade Virtual atualmente, ressaltando que isto é algo bem normal quando se trabalha com uma praticamente inédita no mercado, tal qual foram com os Smartphones anos atrás. Entre alguns dos tópicos, o mais importante foi quanto a interação com o espaço.

O HTC Vive, que pode ser usado junto aos smartphones, precisa de um espaço fechado para que seja escaneado e utilizado em conjunto com os games de acordo. O desafio para Glance, bem como as outras desenvolvedoras, é projetar games e simuladores que explorem esses aspectos sem deixar de lado a divesão e instrução dos jogadores.

Na palestra também foi destacado os cuidados com a saúde dos usuários de Realidade Virtual, o que inclui os esforços em manter as taxas de quadros, o nível de imersão, e o foco da palestra, os métodos de locomoção através do VR. Já faz alguns anos que existem tecnologias e estações específicas de simulação, e agora com a Realidade Virtual um pouco mais acessível, Chance acredita em usos e protótipos mais apurados para o mesmo.

Ainda sobre Chance Glasco…

Como um gamer aficionado, Chance Glasco ainda deu outra palestra no dia 2 de Fevereiro. Voltada totalmente para os games, o criador da série COD dedicou a palestra a falar da sua carreira como animador e produtor de games, mostrando desde o seu início em Medal of Honor: Allied Assault, até um pouco dos processos que levaram Call of Duty a ser um dos gigantes do gênero FPS hoje.

Só para você ter uma ideia, a franquia popularizada pelo barbudo gamer já vendeu mais de 100 milhões de cópias no mundo inteiro, o que é um marco nos tempos atuais. Glasco ainda falou do impacto das tecnologias atuais na indústria de jogos, e como o realismo muitas vezes exigido pelos jogadores mais hardcore influenciaram as produções atuais.  

Por fim, ele também falou do que acredita ser o futuro da indústria dos games, com orçamentos e campanhas de marketing dignas das grandes produções de cinema, bem como as opções que as plataformas atuais, sobretudo no PC, oferecem às pequenas e grandes desenvolvedoras de jogos. Inspirador para quem deseja entrar na área.

O Projeto Cauã

Maddog é um dos grandes idealizadores do Projeto Cauã, e mostrou sua eficiência na Campus Party 2017


Realizada no dia 1 de Fevereiro, o Projeto Cauã é uma iniciativa com mais de 10 anos, direcionada a formação e captação de novos profissionais na área de computação. A ideia é bem simples: o profissional monta um plano de negócio, o projeto o apresenta a pequenos e médios empresários, que contraram como um profissional terceirizado para os serviços tecnológicos dentro da empresa.

O projeto começou em Ubatuba, São Paulo, e até hoje é supervisionado por Jon “Maddog” Hall. O barbudo é membro do Linux Professional Institute, uma instituição criada por um dos pais sistema Open Source, Linus Trovalds, dedicados à importância dos softwares na indústria tecnológica como um todo.

E Maddog não é um membro recente. O cara já trabalha no setor de tecnologia desde a década de 60, se juntando a comunidade Open Source desde seus primórdios em 1980, ainda quando outro barbudo da área, Richard Stallman, começava a dar os seus passos para o que você tem hoje em mãos.

Além de um monstro na área de ciências da computação, Jon também é autor de vários livros relacionado a tecnologia Open Source, e hoje sua principal função é de consultor para empresas. Não por acaso o Projeto Cauã tem sido o seu carro chefe desde então. Para quem é um profissional ativo na área, principalmente nas funções de programação, TI e designer, foi uma excelente palestra.

It's Time! Submarino Ultimate Robot Combat!

O URC sempre é bem assistido na Campus Party 2017

Apesar da Campus Party 2017 ser um evento fechado com ingressos nos últimos anos, desde 2015 que existe uma área aberta ao público que não pôde entrar no evento, e que na verdade conta com algumas exclusividades também. A principal delas é o desafio URC, promovido pelo site submarino.

Seguindo algumas regras vindas de esportes como Boxe e MMA, as competições se dão entre equipes de engenharia robótica que criam os seus robôs de combate seguindo as especificações estabelecidas no torneio. Com uma criatividade e variedade bem interessante de máquinas, as competições esse ano não poderiam ser menos empolgantes.

A narração foi pela equipe do MRG (Matando Robôs Gigantes), um trio de podcasters que está dentro do grupo Jovem Nerd. Aliás, Affonso Solano, Diogo Braga e Beto Duque Estrada fizeram narrações das mais hilárias e empolgantes possíveis. Se você não foi, perdeu uma boa oportunidade. Mas é bem possível que você consiga ver em breve em outro lugar como foi esse evento graças a os outros dois barbudos bem conhecidos que participaram da Campus Party 2017.

Os Barbudos Nerds e o desafio de UX

A Campus Party 2017 já recebe há alguns Jovem Nerd e Azaghal

Rolou também na Campus Party 2017 a presença do Jovem Nerd e Azaghal que já são bem conhecidos tanto no segmento nerd da internet, como de tecnologia em geral. E já faz alguns anos que eles participam da CPBR promovendo eventos ou deles próprios, com palestras sobre suas trajetórias ainda no começo da internet no Brasil, até eventos patrocinados por outras empresas. Entra aqui o Ultimate Robot Combat.

Mas este ano, enquanto o pessoal do MRG cuidou dos combates entre máquinas, a dupla promoveu o desafio de UX do Banco do Brasil. Nele, os participantes deveriam desenvolver um projeto de aplicativo para bancos. Divididos em equipes, os competidores trabalhavam suas ideias através de critérios como:

  • Usabilidade – o que inclui ser intuitivo e de fácil uso;

  • Criatividade – Mais do que apenas fácil, ele deve ser divertido e surpreender os usuários;

  • Design – Ter todos os seus elementos visuais e de navegação em harmonia;

  • Marca BB – Simplesmente estar em alinhamento com os preceitos do Banco do Brasil;

A competição começou no dia 1 de Fevereiro, e durou 2 dias. O vencedor levou para casa nada menos do que um Macpro, além de colocar em prática um aspecto tão importante nos dias atuais quanto à tecnologia, que é a experiência dos usuários. Parabéns ao pessoal do Jovem Nerd.

A Campus Party 2017 estilosa para todos

Mais do que um grande evento que contempla várias áreas da tecnologia, a Campus Party 2017 também foi um reduto de nerds e barbudos dos mais variados tipos. E não é preciso circular muito para descobrir os estilo mais curiosos que você poderia encontrar numa feira tecnológica e geek.


Dá só uma olhada.

Aquele acessório para passar a noite programando

Estilo nerd na Campus Party 2017

Chapéus engraçadinhos sempre funcionam para quebrar um pouco o gelo, ou deixar o profissional à vontade enquanto curtem os seus trabalhos na feira. Aqui tem um bom exemplo de como aproveitar a noite com seu chapéu de viking programando bem.

Sem preconceitos, jovem

A Campus Party 2017 é um lugar sem preconceitos e desavenças geeks

Quem foi um gamer ativo na década de 90 sabe como era ferrenha a competição entre Sega e Nintendo, muito mais saudável e divertida do que a “competição” atual entre Sony e Microsoft. Mas como esse barbudo bem exemplificou nessa camisa foda, você pode ser um fã de ambas as empresas e curtir seus jogos sem problemas. Até porque a própria Sega e Nintendo são parceiras de negócios hoje, então tá tudo em casa.

Cases Customizados são lindos

Casemods é o que há na Campus Party 2017

Uma das coisas mais chamativas numa Campus Party 2017 foram os cases customizados de desktop. Eles são o fruto de dedicação, pesquisa e criatividade dos seus responsáveis, a ponto de haver uma competição acirrada entre os profissionais. Um bom exemplo é esse aí em cima, inspirada na série Dragon Ball. Muito massa!

Aquele Lolzinho

LOL é popular em qualquer lugar, inclusive na Campus Party 2017


Amado e odiado, o game League of Legends é um dos carros chefes dos E-Sports no Brasil. Não é difícil encontrar jogadores do MOBA em feiras geeks, e na Campus Party 2017 não foi diferente. Você pode olhar aí na foto o quanto esse jogo continua sendo bem popular entre os jovens, ainda mais com tantos atletas de peso competindo aqui e lá fora.

Se preparando para a batalha

Os engenheiros são quase coaches de seus robôs lutadores na Campus Party 2017

Antes de qualquer combate no URC, os engenheiros conferem se todas as peças de sua máquina estão no lugar, se os acessórios estão prontos para o combate, e se é preciso algum reparo entre os rounds, assim como são nas artes marciais. E temos um bom exemplo aí da prévia de uma das lutas, que aliás foi muito boa.

Até a CPBR 2018!

A Campus Party 2017 já acabou, mas ela volta em uma edição especial em Recife no meio do ano, em data a ser anunciada. Se você não pôde ir em São Paulo, não perca essa oportunidade em Pernambuco. Eventos de tecnologia costumam ser bem estimulantes para quem é da área, e uma boa porta de entrada para quem ainda não manja tanto.

Gostou da nossa cobertura, jovem? Deixe nos comentários quais eventos você mais curtiu na Campus Party desse ano, e vamos tornar esse evento um pouco mais memorável. Até a próxima!

Quer receber no seu email excelentes conteúdos iguais a este? Então cadastre-se em nossa newsletter.


Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh