4.2/5 - (4136 votes)

Bigodes são um dos símbolos barbudos mais interessantes e carismáticos. Quer dizer, você cuida de uma parte bem específica e charmosa da barba, como não causar um certo respeito, ou inveja em alguns casos? Quando você aprende como ser um bigodudo então, fica ainda mais interessante: ele se torna sua marca registrada, e dificilmente você será bem reconhecido se tirar o bigode algum dia.

Tirar essa parte da barba, porém, não será necessária. Vamos te ensinar como fazer aquele bigode de respeito, estiloso e que combina com seu rosto e personalidade. Lembrando que, para facilitar a referência de escolhas relacionadas aos bigodes, vamos usar nosso ebook que traz 50 opções de barbas. Não conhece ainda? Então dá uma olhada aqui.

Vejamos por onde você pode começar a cuidar bem desse bigode.

Como ser um bigodudo nos dias de hoje?

Aprenda a como ser um bigodudo com um bom jeito

Hoje em dia, não é um trabalho tão dispendioso manter um bigode por aí. Com a popularização dos pelos faciais como eles são hoje em dia, existe espaço para diversos estilos, incluindo os bigodes. Outro fator interessante é a questão dos produtos: é muito fácil encontrar hoje em dia produtos que ajudem os bigodudos a manter o seu estilo intacto.

As dificuldades estão mais em encontrar um bigode que combine com seu rosto, e bigodes que sejam de acordo com sua personalidade. Diferente dos anos 50 aos anos 70, em que os bigodes eram restritos a poucos exemplares, o bigode possui diversas variações, e como tal, precisam de detalhes.

Caso esse tipo de atenção não seja considerada, a tendência é você acabar com aquelas piadinhas infames sobre os pelos faciais, mais por uma questão de serem cafonas do que você ter o bigode por si só. Mas vamos deixar essa preocupação de lado.

Aqui, vamos te dar o melhor passo a passo para escolher um bigode de dar inveja.

A escolha do estilo

Para saber como ser um bigodudo de sucesso, saiba os seus vários tipos de estilos

Primeiro de tudo, é preciso saber qual estilo diz respeito a você. Não é bem uma decisão fácil se considerar que você pode nunca ter mantido apenas o bigode. Ou, caso não tenha uma barba muito proeminente se limitar a umas poucas opções de bigodes, mas vamos facilitar para você.

Primeiro, considere o tipo de rosto. Os rostos são ótimos referenciais para definir estilos, pois os pelos faciais servem como um meio de “moldar” o rosto, ou seja, atribuir formatos que talvez só seriam possíveis através de uma cirurgia.

Enfim, com os tipos de rostos definidos, vamos aos tipos de bigode em si. E para fazer aquela inveja nos camaradas que ainda não sabem fazer um estilo legal com o bigode, vamos do básico… Afinal de contas, a ideia é deixar o traço acima dos lábios único e bem específico.

O bigode clássico e funcional – É o eternizado em tantos personagens e figuras públicas. O desenho passa um pouco a linha dos lábios, não é muito volumoso, e combina com todo tipo de rosto. Use para ter uma noção de como pode ficar com o bigode.

Bigode do Super Mario – Pode ser chamado de “bigode do Super Mario”, se você preferir. Serve tanto para rostos mais redondos, como aqueles mais quadrados e retangulares, e dão um peso carismático ao visual. Pense neles como um exemplo de bigodudo bonachão.

Bigode Inglês para os mais clássicos – O bigode dos ingleses são um pouco mais complicados de fazer, porém combinam com qualquer rosto. Você precisa deixá-lo crescer bem antes de estilizar, além de usar bem com a cera para bigode.

Chevron, o padrão antigo – Provavelmente o seu pai ou seu avô usaram esse bigode sem saber o nome muitos anos atrás. É o bigode mais volumoso e padrão, ao contrário de exemplares como o Super Mario ou tantos outros mais chamativos por aí. Também funciona com todos os rostos, e ainda garante uma postura um tanto mais séria.

A lista pode ir bem mais além, mas temos outros tipos de bigode que você pode considerar para esses aspectos. O importante é que você tenha uma boa noção do que seus pelos faciais sejam capazes de atribuir ao seu rosto.


Cuidando bem do visual

Cuidar dos pelos faciais por completo vai te mostrar como ser um bigodudo de respeito

Bigodes, como falamos antes, pedem por um pouco mais de cuidado para que não fiquem desajustados. E como se tira todo o restante da barba, ficar com um bigode mal feito é ainda mais constrangedor. Vejamos algumas dicas para que aprenda como ser um bigodudo de respeito.

Aparação é sempre fundamental, mas… – Se você não for bom de tesoura, é bem capaz que estrague o visual que levou tanto tempo para ficar no jeito. Se for o caso, procure um bom barbeiro, pois aparar o bigode é algo ainda mais tranquilo do que toda a barba.

Não esqueça da cera para bigode –  É o seu melhor amigo para ter um bigode bem feito e fácil de estilizar. Não é preciso exagero ao passar a cera; basta apenas um pouquinho na ponta do dedo para dar o trato que o bigode precisa.

pomada para bigodudos de sucessocompre este produto para bigodudos clicando aqui

Em caso de falhas, tire tudo – Parece exagero, mas não é. Enquanto temos alguns “macetes” para dar um trato na barba quando ela está com falhas, o mesmo não pode ser feito com o bigode, já que ele fica bem mais exposto e com uma área naturalmente menor para mexer. Se ficar muito falho ou assimétrico, o melhor é realmente tirar o bigode.

Estilizar o bigode é um caminho natural e muito bem recomendado quando se busca um modelo de respeito. É o seu jeito de personalizar uma área da barba que virtualmente todos os homens possuem, e que justamente são pouco explorados pelo suposto lugar comum.

Agora que você sabe como ser um bigodudo de respeito, não caia naquela armadilha do “bigode safado”. Quando você escolhe um estilo que seja perfeito para você, e usa tudo o que é necessário para tal, ninguém vai pegar no seu pé. E se pegar, você terá a resposta na lata. Cuide bem do seu visual, e até a próxima!


Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh