4.8/5 - (3690 votes)

4.8/5 - (3690 votes)

Retro, vintage, barba antiga… Pode chamar como quiser. Mas o fato é que ter uma barba retrô hoje em dia é mais do que ser um hipster: é ser um cara ligado no que estão fazendo por aí. E não só isso: mais do que apenas usar um estilo que remete ao passado, está a combinação com o presente! Tem muitos estilos antigos que ganharam uns toques especiais nos dias de hoje.

Esse é o segredo que faz dos barbudos vintage mais especiais. São caras que trazem um bom equilíbrio entre o moderno e o clássico, e podem pegar muita gente desprevenida por aí. Afinal, não é todo dia que você vai ver um bigode inglês junto com uma barba cheia a um penteado fade, certo?

Então vamos dar uma destrinchada nesses estilos vintage, e mostrar como um homem pode dar aquele pulo no passado sem perder o presente.

Barba Retrô e seu salto no passado glorioso

Existem as Barba Retro mais clássicas

Já podemos ter uma coisa em mente. Toda barba, mesmo a mais modernosa hoje em dia, veio de um estilo antigo. E ela própria, eventualmente, vai ser um estilo antigo daqui alguns anos. E quer como estamos velhos? Boa parte daqueles estilos do começo dos anos 90 estão com pelo menos 20 anos de existência. É rapaz… O tempo não perdoa ninguém.

Mas vamos deixar essas questões temporais um pouco do lado, no que diz respeito sobre nós ficarmos velhos. Afinal de contas, é justamente ele que faz desses estilos ficarem mais interessantes, especiais e chamativos, a ponto de serem considerados clássicos.

E quando um cara usa esses estilos de forma consciente, é que damos conta do quanto tais visuais fizeram a diferença em seu tempo, e o fazem até hoje. Então porque toda essa divagação sobre a importância do tempo? Simples, jovem: aqui é o momento em que pode cravar um visual na história que outros chamarão de clássico.

Pegue os bigodes ingleses, por exemplo. Eles têm muita história, seja nas figuras conhecidas que o usaram, seja pelas próprias características instigantes do estilo. São eles, inclusive, que originaram variações que estão por aí até hoje, como o bigode húngaro, por exemplo.

Isso só para mostrar um pouco do quanto os estilos retrô podem fazer grande diferença no que se refere ao seu legado. E com isso em mente, nós vamos para algumas boas ideias de visuais retrô, mas com aquela pitada moderna para não viajarmos demais também. Vai que acham que você está numa feira steampunk.

5 Ideias de Barba Retrô para combinar com seu estilo moderno

1 – O Clássico Cientista Louco

A Barba Retro dos cientistas loucos são bem interessantes

Albert Einstein é um cara que não ficou conhecido apenas por sua foto com a língua de fora, ou por suas várias contribuições científicas para a história moderna. Einstein também é conhecido por um dos visuais retrôs que poucos utilizam hoje de forma voluntária. E sim, nesse caso eu falo dos cabelos grisalhos em pé.

Mas não vamos ficar no penteado por aqui, afinal os cientistas loucos modernos não deixam o cabelo desarrumado desse jeito. Mas sim, vamos ao bigode. Pode ser aquele estilo Chevron, ou então o bigode de pintor clássico, ou ainda o clássico.

Não importa: o que vai valer é sua capacidade de trazer uma mente geniosamente insana em seu visual o que mostra sua personalidade desprendida de padrões sociais, o que não é nada mal.

2 – A Barba Cinza da Máfia

A Barba Retro mafiosa sempre é curta e bem cuidada

Os mafiosos românticos (aqueles dos filmes, certo?) possuem alguns estilos bem conhecidos em comum, mas o mais famoso sem dúvidas é a barba cinza. Ou melhor, aquela barba por fazer que está chegando na terceira semana de crescimento sem muitos cuidados, mas que ainda assim é estilosa. E na verdade, os barbudos desse nicho dificilmente deixam passar o crescimento desse ponto.

Um barbudo retrô pode fazer isso de uma forma bem única e estilosa até. Só vai precisar ir ao barbeiro com um pouco mais de frequência, já que para trazer esse aspecto de “barba cinza” de forma mais comportada e clara, é preciso um cuidado quase cirúrgico. Claro que você pode fazer em casa, mas de repente com um profissional é mais tranquilo.

3 – O cavanhaque desenhado e “Com Brinco”

A Barba Retro do George Michael é um clássico

Os anos 80 e até parte dos 90 trouxe um estilo de barba bem curioso. Os cavanhaques sempre foram icônicos e bem conhecidos, principalmente aqueles desenhados junto com o bigode. O Padrão da Indústria do Rap ainda estaria por vir.

A ideia de barba retrô que recomendamos para os caras que gostam de um bom cavanhaque é adotar esse estilo fininho e bem aparado, combinado com o seu melhor penteado, e mais chamativo ainda, e trazer o acessório que falamos aí no subtítulo. Para quem curte caras como George Michael, ou mesmo caras lisas como o Morrisey, pode ser uma boa para trazer esse passado relativamente recente.


4 – A Barba Cheia do Filósofo

A Barba Retro dos filósofos continua bem ativa

Gostou da ideia do bigode de cientista louco como barba retrô? E que tal o filósofo barbudão? Caras como Freud, Jung, e outros filósofos barbudos que já vimos por aqui, lá pelos séculos XIX e XX, e muito antes ainda, são conhecidos justamente por considerar as barbas em seus níveis mínimos de aparação.

Você não precisa seguir à risca, mas pode cultivar esses pelos faciais em uma quantidade expressiva, volumosa, e se for grisalho melhor ainda! Na verdade, até existem alguns filósofos modernos que adotaram a barba como uma característica da sua presença, e você pode ver como, entre eles, tem coisas que não precisam mudar..

5 – O antigo visual corporativo

Como deveria ser a Barba Retro corporativa?

Você sabe como é o visual corporativo, certo? Bem, nós não temos certeza de como eram as barbas nos escritórios do século XX, mas vamos considerar, como uma barba retrô, que aqueles estilos fossem com um pouco mais de volume. Ou será que não?

Difícil pensar num padrão nos tempos antigos com exatidão. Mas de uma coisa é certa: como as barbas eram ainda mais referenciadas naquela época, é uma boa ideia pensar nelas como um meio legal de buscar estilos que sejam fáceis de manter nos meios executivos, mas sem perder a classe no passado.

Como dá para ver, a barba retrô não abre portas para o passado de um jeito único, como também é um dos meios mais práticos de descobrir possibilidades únicas com os pelos faciais. E quem sabe o que você pode conseguir combinando o clássico e o moderno? Até a próxima!


Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh