Você consegue acreditar que o Keith Richards está chegando aos 80? Ou que o Mick Jagger consegue cantar e mexer daquele jeito mesmo velhinho? Então não tem como não chamar os caras do Rolling Stones de vovôs do rock à toa! Quem a gente consegue pensar em outros músicas da mesma época com a mesma energia? Roberto Carlos?

… Enfim, deixando comparações malucas de lado, o fato é que os Rolling Stones continuam firmes e fortes por aí. Pode ser que você não os veja emplacando hits de sucesso hoje em dia, mas eles não deixam de ser prestigiados mesmo assim. Acho que os mais de 150 milhões de discos vendidos em toda sua carreira dizem um pouco sobre seu peso.

Eu sei que você conhece bem os caras por aí. Ou melhor, saiba de algumas informações mais gerais sobre a banda. Caso seja esse o seu caso, vamos dar um bom resumo com tudo o que precisa para você não fazer feio quando for falar dos Rolling Stones e não ter algum parâmetro.

Rolling Stones e a alternativa aos Meninos de Liverpool

Os Rolling Stones clássicos foram do comportado ao revoltado rapidamente

A banda inglesa começou suas atividades em maio de 1962, em Londres. O nome, dado pelos fundadores Mick Jagger e Keith Richards, veio de uma música do Muddy Waters. Aliás, a inspiração no R&B americano não ficaria apenas aí: ao contrário da corrente britânica do rock na época, principalmente com os Beatles, a intenção inicial da banda era seguir para um caminho mais alternativo no Blues.

Embora Keith e Mick sejam os membros mais conhecidos, a banda teve vários integrantes, e isso lá no começo da carreira. Brian Jones, Bill Wyman e Charlie Watts são os membros mais conhecidos e importantes da banda. Brian, inclusive, seria o terceiro fundador aí, embora o guitarrista não seja tão conhecido como os demais.

Um detalhe curioso nesse começo dos Rolling Stones é quanto a primeira gravadora que os acolheu, a Decca Records. Por um bom tempo naquele período, ela havia sido execrada e deixada de lado por ter recusado um contrato com os Beatles, que explodiram na mesma época.

O primeiro álbum veio em 1964, apenas com o nome da banda, e uma única composição da dupla Jagger e Richards em meio vários covers de Chuck Berry e Muddy Waters. Em 1965, o segundo álbum, Out of Our Heads, trouxe mais composições originais, mais fãs, e mais personalidade aos rapazes de Londres. É aqui que viria Satisfaction, o hit mais conhecido do grupo.

Houveram diversas fases dos Rolling Stones

Ah, e cabe um detalhe aqui. Nesse primeiro álbum, os Rolling Stones ainda se vestiam e se comportavam como os próprios Beatles. A coisa só mudou de figura à partir de 1966. Enquanto outros grupos, como o The Animals, por exemplo, seguiam a ideia dos jovens “para casa”, os Rolling Stones seguiam com uma abordagem muito mais alternativa e rebelde. E se você considerar os anos 60 ingleses.

Em 1968, o quinto álbum da banda iria da fama a controvérsia. Em Beggar’s Banquet, temos algumas faixas bem conhecidas, como Jumpin’ Jack Flash, e Sympath for The Devil, que meio que pavimentou uma certa história sobre seus membros terem um contato mais íntimo com o cramunhão.

Místicas à parte, desde 1967 os Rolling Stones passaram a investir mais no R&B e no rock Alternativo, em um caminho até parecido com os Beatles em seus álbuns posteriores. Na verdade, os Rolling Stones se tornaram perenes justamente por nunca ficarem à sombra dos jovens de Liverpool, seguindo sua própria identidade musical.

Algumas músicas para você ouvir e não ficar na mesmice.

Veja algumas músicas boas dos Rolling Stones

O resumo aí em cima é só dessa primeira parte da história dos Rolling Stones. Vamos dizer que é sua fase áurea, já que depois desses intensos momentos, como vamos ver mais a seguir, houveram poucos destaques de grande relevância para eles. Isso não quer dizer que eles ficaram ruins, viu. Apenas tornaram sua carreira mais estável.

Enfim, vamos dar algumas sugestões de músicas dos Rolling Stones para você curtir em uma playlist, e pegar seus amigos de surpresa. E claro que não vamos colocar as carnes de vaca aqui: você já deve tê-las na lista, certo?

  • Gimme Shelter
  • I Wanna be Your Man
  • A Tears Go By
  • In Another Land
  • Stray Cat Blues
  • Under My Tumb
  • Tumblind Dice

Curiosidades interessantes

Os Rolling Stones são cheios de boas histórias
  • Existe um estranho mistério na morte de Brian Jones, em 1969. 4 meses após sua saída da banda, ele foi encontrado afogado em sua própria piscina. Até hoje, a investigação sobre sua morte foi inconclusiva, sem saber se foi um acidente decorrido do consumo de drogas e álcool, ou se ele teria sido morto.
  • Sympathy for the devil, um dos hits mais controversos da banda, teria tido inspiração aqui no Brasil. Mick Jagger já disse em entrevistas que a música veio de uma viagem que teria feito a Bahia, entre 1966 e 1968. Desde então, a banda é constantemente acusada de satanismo.
  • Em 1969, os Rolling Stones se apresentaram em Alamont, nos Estados Unidos. A segurança foi feita pelos Hell’s Angels, um motoclube conhecido pelos casos de violência nos Estados Unidos. Neste show em questão, quatro pessoas foram mortas pelas ações truculentas do grupo, e a própria só saberia do caso dias depois.
  • Em 1975, a banda chegou a programar três apresentações no Brasil – uma no Rio de Janeiro, e duas em São Paulo. Contudo, elas foram canceladas pelo próprio governo, temeroso pela imagem transgressora da banda em um momento de forte ditadura no país. Eles só viriam a se apresentar no Brasil em 2006, para um público de 2 milhões de pessoas na praia de Copacabana, gratuito.

E pra ficar ligado nas novidades

Você conhece os produtos para o cuidado da barba e cabelo que a Don Alcides tem em exclusividade da marca Rolling Stones?

Óleo para barba

ÓLEO PARA BARBA THE ROLLING STONES

O Óleo para Barba e Bigode The Rolling Stones by Don Alcides, é enriquecido com aminoacidos essênciais, Bioex de Frutas Vermelhas (HG) – cereja, framboesa e amora. Contém blend de Silicones Nobres, derivado da sílica através da extração de rochas. Óleo de alta performance para o tratamento completo da barba e pele. Contém vitaminas B1, B2, B5 e C. Paraben Free. Hidrata, suaviza e amacia a barba. Adstringente, condicionador, antioxidante e tônico.

Pomada para Cabelo

POMADA PARA CABELO EFEITO MATTE THE ROLLING STONES

A Pomada Matte Rolling Stones by Don Alcides foi desenvolvida para estilizar todos os tipos de cabelo. Feita a base de Candelilla, nativa do México, encontrada no deserto de Chihuahua, Arizona e Texas, nos EUA.


Candelilla é rica em nutrientes e ácidos graxos e além de modelar, proporciona hidratação e proteção extra aos fios dos cabelos.

Os ativos modeladores do produto garantem alta fixação com efeito Matte (efeito seco). Contém carnaúba e silicone DC 193 de alta performance.

Paraben Free (produto livre de Parabeno)

Curtiu as referências, jovem? E isso porque só contamos uma única parte da história da banda. Os Rolling Stones ainda possuem outros tantos casos que valem a à pena contar em outras oportunidades. Mas só com as ideias aqui, já pode curtir bem os caras de Londres. E cuidar bem da sua barba também com a linha da Suavecito. Até a próxima, e bom rock para você!


Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh