em

6 Estilos de barba para experimentar pelo menos uma vez na vida!

Veja alguns dos estilos mais populares, e um pouquinho de personalização deles

O que categoriza os estilos de barba? Para os barbudos que gostam de se cuidar e amam seus pelos faciais, existe uma infinidade muito interessante a se explorar. Para outros, que gostam mas não vão tão a fundo assim, são poucos exemplares com uma variação aqui e ali. Nossa resposta? Um pouco de um e um pouco de outro.

Existem grandes categorias de estilos de barba, que são os fundamentais para os barbudos se guiarem de uma forma mais prática, e de certa forma superficial. São os estilos populares para o público, e não deixa de ser o cartão de visitas para os novos interessados também.

esses são os estilos de barba para você experimentar

Mas os estilos, em sua totalidade, são de uma variedade enorme e impressionante. Negá-las é perder a chance de estilizar o visual de formas mais profundas e originais, e quebrar aqueles padrões nos quais já está acostumado. Além do mais, quando se tem objetivos específicos com a barba, ter um estilo original pode te fazer a diferença.

Para mostrar um pouco mais dessas particularidades que são as barbas, vejamos alguns exemplos profundos o bastante para você se empolgar com os pelos na cara. Você vai ver que eles são tão versáteis quanto os penteados, e as combinações com eles próprios são melhores ainda.

Os 6 Pilares dos estilos de barba

Quando você pergunta para um cara que não está tão acostumado com os vários estilos, e os nomes deles, ele geralmente resume suas opções a uma meia dúzia de barbas: bigode, barba cerrada, barba cheia, cavanhaque, aquela de trabalho… E quando não conhecer o nome, associar a algum grupo que a use com frequência: barba de roqueiro, de lenhador, de muçulmano…

Embora eles não estejam nem um pouco errados, a profundidade desses estilos vai muito além das convenções populares. Em cada “categoria”, existem vários bigodes, vários cavanhaques, várias cerradas… E são essas profundidades que você verá um pouco a seguir.

Rosto Barbeado (Vulgo Cara Lisa)

O rosto sem barba também é considerado um dos Estilos de Barba

Por que diabos colocar os caras lisas entre os estilos de barba? Por dois motivos: sempre tem uma contracultura para qualquer coisa existente na praça. E o segundo é que, mesmo com a cara sem barba, um homem pode mostrar o seu enorme potencial com ela.

Existem vários motivos para um homem ter e ao mesmo tempo não ter uma barba. Mas uma coisa em comum em ambos os casos acima é referente ao próprio rosto: a barba é o meio natural mais eficiente de modelar a face de um homem, e com a cara lisa, fica fácil de pensar em ideias.

Em primeiro lugar, sem a barba, um cara pode ver com maior exatidão onde seus pelos faciais se desenvolvem com mais facilidade. E como já vimos em outras oportunidades, isso é muito importante até para saber as reais opções disponíveis.

E em segundo lugar, mesmo com o rosto barbeado, o cara lisa tem as linhas do rosto bem definidas, o que também não deixa de ser um estilo. Afinal, aquela barba por fazer uma hora vai aparecer, mas já já chegamos nessa parte.

O ponto que quero chegar é que o cara lisa se enquadra aqui pelo simples fato que ela é a base para os barbudos desenvolverem os seus estilos, estimulando-o antes mesmo de começar. Pense que, mesmo barbeado, você pode começar a usar um bom balm para barba, para que os pelos faciais cresçam bem estimulados, o que faz muita diferença nas semanas seguintes.

Exemplos de Sub-tipos

Você pode não achar a cara lisa um dos Estilos de Barba, mas pode considerar as costeletas

Difícil imaginar variações para um rosto sem barba, não é?  Mas tem uma ou outra sim. Embora as barbas não sejam desenvolvidas diretamente, algumas podem ser exploradas de uma certa forma. Considere, por exemplo, deixar aquela parte da barbicha, bem abaixo do lábio, crescer um pouco.

Ou, se você curte um Rockabilly, pode tentar umas costeletas estilizadas também. É uma ótima forma de explorar o que as barbas e os cabelos têm em comum no visual. É fácil, e dá a chance de começar num terreno mais seguro.

Barba por Fazer

A barba por fazer é um dos Estilos de Barba mais simples e estilosos

Esse é um estilo mais romântico, por assim dizer. A barba por fazer é parte do imaginário de muitas pessoas e até culturas por aí, por apresentar uma mistura de desleixo com a masculinidade em crescente. Para os homens é uma maneira simples de manter a barba, já que os pelos faciais, em um estado inicial a moderado de crescimento, são melhor administradas na hora de barbear.

Mas existe um detalhe aí: apesar de ser vista como um exemplo de sedução para muitas pessoas, ela também é vista como um exemplo de maus cuidados de verdade. Isso porque os mais relapsos caem naquela ideia falsa de que não precisam cuidar de uma barba que não vai crescer tanto, e no final transformam seus rostos em uma máscara de porco-espinho.

As barbas por fazer podem variar, de uma forma superficial, com a quantidade que você “não faz a barba”. Tem muitos barbudos que aparam de uma forma a nivelar o quanto querem deixar desse jeito, e para tanto utilizam bem produtos como o barbeador elétrico, o gel para barbear e o próprio balm, além das técnicas de toalha quente. Que tal investir nessas técnicas?

Exemplos de Sub-Tipos

Os Estilos de Barba por fazer variam de fuma forma bem particular

A barba por fazer varia bem com a quantidade em que você “não cuida” da barba. Nisso, você pode ir tanto para um tipo de quem está mesmo deixando a barba crescer, ou que ficou com aquele sinal de “mal cuidada” depois da aparação.

Ou, você pode pegar umas inspirações mais específicas por aí. Segundo o esteriótipo cinematográfico do mafioso, eles tinham barbas por fazer bem características, de quem não tirou por completo na navalha. Era isso que dava aquele aspecto “cinzento”, como uma mancha no rosto, mas feita de barba. Por que não arriscar com aquele terno de linho fino?

Barba Corporativa

Os Estilos de Barba corporativa são básicos e funcionais

Muitas vezes, as barbas corporativas são as mais próximas que os caras mais sofisticados, ou mesmo os mais executivos mesmo, vão estar perto dos pelos faciais. De uma forma geral, são estilos mais comportados, simples e até padronizados para atender as políticas de etiqueta de uma empresa.

Não é por acaso que boa parte dos escritórios de engravatados apresentem barbudos com virtualmente o mesmo visual. O que realmente os diferencia são os tipos de rosto que possuem, e daí sim ter algum tipo de personalização.

Isso não quer dizer, de forma alguma, que os visuais são chatos e monótonos. Pelo contrário: os barbudos que adotam esses estilos de barba precisam de uma atenção e um cuidado mais constante com o visual.

Pense que eles precisam aparar o visual de tempos em tempos para não cair na malha do chefe exigente. Logo, aquela atenção na tesoura, na limpeza com o shampoo para barba, entre outros tipos de atenção, são ainda mais importantes.

Exemplos de Sub-Tipos

Ter Estilos de Barba corporativa variam bem em comportamento

Um dos melhores exemplos de barbas corporativas é a Short-Boxed Beard. Com um visual mais comportado que a própria barba corporativa, ele é perfeito tanto para manter dentro do escritório, como se apresentar naquela primeira entrevista.

Outro que pode ser interessante aos barbudos, e chegando um pouquinho no limite do que o escritório pode permitir, é o hollywoodiano. Ele segue a mesma linha do Short Boxed, porém com um pouco mais de comprimento além da linha do maxilar.

Cavanhaque

O cavanhaque é um dos Estilos de Barba mais conhecidos

É um dos estilos de barba com a visão mais variada, e de certa forma complexa. Para alguns, é o estilo dos cafajestes e dos vilões. Para outros, é o estilo de fanfarrões, dos folgados. Para uns outros, também pode ser o estilo dos galanteadores, que se dão o trabalho de serem metódicos ao deixarem uma única área aparada, cheia, ou com qualquer outra variação de cavanhaque.

Independente da visão relacionada a eles, os cavanhaques realmente causam um belo estardalhaço por destacarem uma área em específica do rosto, pedindo por mais habilidade dos seus donos. Às vezes somente as barbichas são consideradas, ou então são combinadas a um corte, mas todo dono de um cavanhaque tem essa extravagância como uma característica de destaque.

Apesar do exotismo com o cavanhaque, ele também é a categoria que mais facilita um homem a ter barba. Mesmo o cara que não consiga desenvolver uma barba completa, o faz através do cavanhaque. Logo, é bem fácil pensar em estilos que o ajudem nesse sentido.

E claro que, se você precisar de ajuda, é importante buscar um barbeiro que lhe dê algumas dicas mais precisas quanto a dar um trato no cavanhaque.

Exemplos de Sub-Tipos

O cavanhaque latino é um dos Estilos de Barba mais conhecidos

Existem diversas combinações, mas vamos destacar duas que você talvez já conheça. O Van Dyke flerta com o bigode, já que se trata tanto de um bigode estilizado, como o próprio cavanhaque como um todo.

Outra ótima combinação é o âncora. Trata-se de um cavanhaque um pouco mais estendido além da linha do queixo, se aproximando mais do maxilar. Este precisa de um pouco mais de aparação, já que você vai precisar de um desenho um pouco mais ousado. É uma ótima saída para quem deseja sair do casual.

Bigode

Os bigodes estão entre os Estilos de Barba mais clássicos

Se por um lado os cavanhaques são vistos com um misto de desconfiança e safadeza, os bigodes já são considerados bem mais simpáticos. São uma das categorias de estilos de barba mais antigas e apreciadas, mesmo que por um tempo tenham sido deixadas de lado. E mais do que uma relação de respeito e apreciação, os bigodes tem um fator histórico de peso.

Repare como existem diversos pintores, escritores, políticos, cientistas e outras tantas figuras da história, e que ostentavam bigodes de vários tipos e tamanhos? E repare como, até hoje, um cara que consegue manter um visual desse tipo tem uma boa dose de respeito.

Tem quem desmereça os bigodes. Mas na boa, uma pessoa que faz pouco de uma área da barba que possui produtos exclusivos, e que permitem tanta versatilidade, você vai mesmo fazer troça? Quem perde com os estilos é justamente quem faz essas gracinhas.

Exemplos de Sub-Tipos

O pincel é um dos bigodes mais respeitados entre os Estilos de Barba

Não é a toa que os bigodes são um dos tipos de barbas mais apreciados e utilizados por aí. Qualquer tipo de barbudo é capaz de desenvolver bem o seu bigode e conseguir um estilo único. O estilo pintor, por exemplo, funciona virtualmente com todos os rostos, por exemplo.

Outra boa alternativa, se você tem a barba bem desenvolvida, é aposta no estilo morsa. Isso mesmo, aquele animal marinho da família das focas que ostenta um bigodão invejável. Para caras mais altos, fica ainda melhor.

Barba Cheia

Os Estilos de Barba cheia sã os mais conhecidos e apreciados

E aqui temos o pilar de todos os estilos de barba, aquele que muitos, senão todos, se lembram quando o assunto são barbas. A barba cheia é o mais versátil de todos os estilos, pois é possível não apenas variar entre volume, comprimento e cobertura da barba, como misturar esses aspectos para criar um estilo bem particular. Não é a toa que existe um campeonato mundial só para os barbudos.

A barba cheia tem uma marca história tão profunda e intensa quanto os bigodes. Elas são a marca registrada de reis, guerreiros, bárbaros, vikings, homens de política e da filosofia. Tem quem lembre mais da barba de um homem do que do próprio dono, E isso, se parar para pensar, é um senhor privilégio.

As barbas cheias são o ponto máximo de qualquer barbudo. E não por acaso, tem muitos caras que ficam realmente frustrados em não conseguir desenvolver algo de acordo. Mas mesmo nesse ponto os barbudos não tem o que temer, já que existem métodos, naturais e estéticos mesmo, que estimulam os pelos faciais a crescerem em todo o rosto. Ao menos até onde a genética permite.

Exemplos de Sub-tipos

A barba cheia é a mais versátil dos Estilos de Barba

Quer melhor exemplo que o dos vikings? Toda uma civilização que cresceu e caiu fazendo das barbas um dos símbolos de seu orgulho é uma ótima inspiração. Mas eles não são os únicos: que tal explorar o garfo francês, que desenha mais a linha das maçãs do rosto, e destaca o maxilar de forma arrojada, e ainda sim ser uma barba cheia? É uma volta danada, mas que faz um visual incrível.

Mesmo que você não seja capaz de aderir a alguns estilos de barba, isso nada o impede de buscar ideias em outras áreas e trabalhar o seu próprio estilo. Pelos exemplos que já indicamos aqui, fica bem claro que pode aprofundar ainda mais na busca por sua barba…

Aliás, por que não se aprofundar de uma vez mesmo? Temos um guia bem prático e bem interessante com dezenas de barbas nas quais você pode e deve ter como referência na hora de montar seu estilo. É a sua chance de mostrar, para si mesmo e qualquer um ao seu redor, o quanto os estilos de barba podem ser interessantes.

Não deixe de aproveitar o nosso blog com outras matérias de estilos de barbas, e depois de escolher a sua referência, buscar os produtos de acordo. Será um momento de descoberta perfeito para o seu estilo. Até a próxima!

6 Estilos de barba para experimentar pelo menos uma vez na vida!
4.7 (93.06%) 147 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Avatar for Rodrigo

Escrito por Rodrigo

Barbudo com interesses diversos, expert em produtos para barba e cuidados, porem focado em ajudar outros barbudos em como cuidar melhor de suas barbas e ter seu estilo próprio.
Tem alguma dúvida? Pergunte-me e irei lhe ajudar no que for preciso para deixar sua barba top!

Barba volumosa: 6 dicas para deixar sua barba com mais volume

Dia Mundial do Rock para barbudo nenhum colocar defeito!