4.8/5 - (4048 votes)

Já falamos algumas vezes aqui sobre como as barbas têm suas vantagens com as barbudetes. Mais do que charme, um visual bem feito tem seus efeitos… afrodisíacos, por assim dizer. Um casal criativo vai saber como explorar essas possibilidades, mas e os caras que ainda não estão com essa consciência, vale mesmo passar a barba no pescoço dela?

Como de costume, a resposta é: depende. Não adianta sair esfregando cangotes alheios como um poodle ou outro animal felpudo sem causar no mínimo um tipo de estranheza. Além de muito esquisito, há muitas chances de você até causar umas situações constrangedores, seja em público ou na intimidade.

Na real mesmo, elas só vão gostar desse tipo de carinho se houver outros tantos pontos importantes junto a ele. E vamos te ajudar nessa, pelo menos para não ficar com aquela cara constrangida se não der certo.

Antes de passar a barba no pescoço, certifique-se que ela não vai espetar

Tenha certeza que está se cuidando bem antes de Passar a barba no pescoço

Esse é o princípio básico de todo e qualquer barbudo que deseja um visual que cativa e seduz as barbudetes. Seria uma situação nada agradável tentar essa fungada no cangote dela, e ao invés de arrepios de prazer, arrancar uns gritos pavorosos de dor por tê-la espetado desnecessariamente. É rapaz, isso acontece, e não é nada legal.

Então, como resolver essa parte? Simples e prático, jovem. O segredo é buscar produtos que deixem a barba macia ao toque, o que de certa forma é uma boa forma de dedicação que deixam elas ainda mais atiçadas. O melhor combo para tal são o balm para barba + shampoo para barba, utilizados na frequência correta.

Enquanto o balm para barba vai oferecer uma série de nutrientes que vão acabar com esse frizz na barba, o shampoo vai tratar de tirar qualquer sujeira acumulada ao longo do dia, e acabar com quaisquer chances de terminar com pelos faciais pontudos. E o melhor de tudo, é que não falta várias opções para dar uma fragrância especial a barba também.

As linhas de produtos para barba andam bem criativas nessa parte, seguindo temáticas e ideias tão versáteis quanto nos perfumes. Pensa aí o quanto um sentido tão sutil como o olfato faria diferença antes mesmo de passar a barba no pescoço dela?

Agora que sacou a ideia, e sua barba está realmente macia e bem tratada antes de partir para a ousadia, deixa eu te mostrar como você pode tentar tal atitude. Isso aí, tentar, pois cada barbudete tem suas particularidades.

O charme antes da ousadia

Para Passar a barba no pescoço, é preciso charme

Só gatos conseguem ronronar e se esfregar em um ser humano sem causar perigos a si próprio, e mesmo assim nem todos os humanos gostam desse chamego. O mesmo vale para os barbudos. mas aqui a coisa funciona de uma forma diferente: cada mulher gosta de carinhos de um jeito diferenciado. Não adianta só chegar com a barba bem cuidada no pescoço, pois existe todo um jogo antes.

Uma barba cheirosa é um bom jeito de começar. E para tornar o clima melhor ainda, é bom fazer aquela pequena “investigação”: um bom papo, seja com um vinho ou qualquer outra bebida, pode deixar o momento mais interessante, por exemplo.

Aquele bom humor, típico de quem está interessado não apenas em uns amassos, mas em uma boa companhia, também faz dos carinhos ainda mais interessantes. E tão importante quanto tudo isso, é a segurança: tá certo que só o fato de cuidar bem da barba já é um bom sinal de segurança, mas a coisa só vai dar certo de verdade se sua postura for tão tranquila quanto.

Veja que não falamos de fingir ser o “Mr.Catra” do momento, mas sim de saber que você está ali na posição de sedutor e seduzido, sem fingimento. Isso pode apetecer não apenas a curiosidade dela, quanto o que você sabe, como surpreender também.

Para muitas mulheres, um cara que pode estar “cru” é tão excitante quanto um cara que manje de tudo. E aí entra o carinho no pescoço… Sacou?

E então, ela gosta?

Se Passar a barba no pescoço direito, vai descobrir de verdade se ela gosta ou não

Bem, vai caber a você saber como fazer. O ponto todo não é apenas ficar nesse “carinho de gato”, mas trazer outras atitudes no momento tanto quanto. Manja de pegada? É por aí a questão. Pode ser que a barbudete, por exemplo, nem seja muito fã dessa cafungada, mas de repente se os dois estiverem numa parede a bons toques….

Entendeu? Se trata muito mais de momento do que a atitude em si, jovem. No fim das contas, quando as memórias sobre o momento passarem pela cabeça, certamente carinho no pescoço vai ser só o gatilho para o que veio de bom com aquele afeto. E acredite, se tem uma coisa de bom nessas horas, são momentos memoráveis.


Umas dicas finais para fazer valer a barba no pescoço

Faça bonito na hora de Passar a barba no pescoço

Só para sintetizar as ideias, até por que o restante delas vai ser imaginada e colocada em prática por você mesmo, vamos só pontuar algumas coisas que você deve ficar esperto na hora de passar a barba no pescoço dela, sem medo.

  • Tenha certeza de que ela está realmente higienizada e aromatizada, vai fazer muita diferença;
  • Crie um clima antes, envolva, faça o momento ser tão especial quanto suas segundas intenções;
  • Se adapte com as reações dela. Se deu certo, dá para ousar; se não deu certo, vá buscando outras alternativas, mas com segurança;
  • Não se acanhe se há excitação o suficiente. E não, não precisa contar pra gente.

No fim das contas, passar a barba no pescoço dela é só uma forma muito sutil de instigar uma relação gostosa com a barbudete, utilizando apenas dois dos sentidos. Como um bom barbudo, você consegue aproveitar o restante da noite – ou do dia, por que não? – de outras formas tão boas quanto. E se ela gostou do carinho, não deixe a oportunidade passar, jovem! Até a próxima!


Deixe sua pergunta ou opinião

Ad Blocker Detected

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh